Feijão: Todos já sabem que não há perspectiva de termos maior volume ofertado nos próximos 30 dias

Publicado em 19/09/2016 18:00
426 exibições

Na última sexta-feira, houve a continuidade da calmaria até por volta do meio dia, quando vários produtores começaram a relatar maior demanda e, consequentemente, os negócios voltaram a acontecer.

Ainda aconteceram relatos de produto vendidos no Mato Grosso com valores desde R$ 320,00 até R$ 340,00.

Entre R$ 340,00/350,00 em Minas e em Goiás, durante toda tarde de sexta, foram acontecendo negócios de pequenos volumes. Porém, no final da tarde, alguns negócios de maior volume passaram a ser reportados com características diferentes, como, por exemplo, venda com 30% de sinal para retirar em outubro.

Negócios com este perfil deixaram mais claro que, mesmo com mercado muito calmo, os empacotadores percebem o mesmo que todos, ou seja, não há perspectiva de termos maior volume ofertado nos próximos 30 dias.

Em São Paulo, na região do Brás, houve oferta de 38.000 sacas e sobravam 30.000 às 7h30. Os preços praticados foram: R$ 360,00 para o nota 9,5/9 , R$ 345,00 para o nota 8,5 e R$ 335,00 para o nota 8.

Para saber mais sobre o mercado de feijão acesse o site do IBRAFE

Tags:
Fonte: IBRAFE

Nenhum comentário