Feijão: Volume a ser colhido na primeira safra começa a ficar preocupante devido ao clima

Publicado em 03/01/2017 17:01 655 exibições
A situação com o volume a ser colhido nesta primeira safra vai se tornando bastante preocupante.

Enquanto as chuvas atrapalham a qualidade do feijão do Paraná, em Minas e em Goiás o alerta é com a falta de chuvas.

Em algumas regiões, ainda que venha a chover, a alta temperatura aliada a mais de 15/20 dias sem chuvas já tornam irreversíveis as pesadas perdas.

Ontem, os lotes vendidos mantiveram o nível de R$ 110,00/120,00, no Paraná, e em Minas Gerais e em Goiás de R$ 130,00/140,00.

Nesta madrugada voltou a funcionar a bolsinha do Brás em São Paulo. Foram ofertadas, segundo os operadores, 23.000 sacas e, por volta das 7h, sobravam cerca de 20.000 sacas. Os preços foram R$ 155,00 para nota 9,5/9, R$ 135,00 para nota 8,5 e R$ 125,00 para nota 8.

Para saber mais sobre o mercado de feijão acesse o site do IBRAFE

Tags:
Fonte:
IBRAFE

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário