Feijão, por Ibrafe: Ontem o mercado do feijão foi lento e manteve o preço de R$ 115,00 em Goiás

Publicado em 03/08/2017 18:25 e atualizado em 03/08/2017 18:56
258 exibições

O produtor que visitou o Brás ontem ficou atônito. É economista e declarou que a forma que negociam Feijão lá é igual ao mercado de café, antes do ano 1900. Estão abaixo da crítica. E deixou a ideia que se você não entende o mercado de Feijão o problema não é você.

As coisas que não tem lógica é porque não são transparentes. Muitos defendem os preços da zona cerealista de São Paulo, dizendo que é a lei da oferta e da demanda, mas não sabem o que isto significa. Ela não pode ser manipulada por especuladores.

Por isso empacotadores, corretores, exportadores e produtores passam a tomar como referencia o PNF - Preço Nacional do Feijão. Fruto da pesquisa séria em todas as regiões, refletindo altas e baixas. Quanto mais o mercado a usar como referência, mais representativa será.

O mercado ontem foi lento, mas se manteve em R$ 110,00 no Noroeste de Minas Gerais e R$ 115,00 em Goiás.

Para saber mais sobre o mercado de feijão acesse o site do IBRAFE e a PÁGINA DO FEIJÃO.

​Clique AQUI e veja mais cotações do mercado de feijão.

Tags:
Fonte: IBRAFE

0 comentário