Feijão, por Ibrafe: Produtores conseguiram manter o patamar de R$ 105/110,00 pelo nota 8,5

Publicado em 14/08/2017 18:20 e atualizado em 14/08/2017 19:37
316 exibições

Durante a semana passada, a apreensão em geral era que o piso de R$ 100,00 se tornasse o teto para os preços durante a semana. Mas isso não ocorreu, ainda que tenham ocorrido negócios no Mato Grosso e em Minas Gerais ao redor R$ 85,00/90,00 para produto com algum percentual de milho ou soja.

Por mercadoria 8,5 acima, os produtores decidiram que não poderiam aceitar menos de R$ 100,00. E assim conseguiram  manter o patamar e até mesmo chegaram a vender entre R$ 105,00/110,00.

Olhar para o consumo evidente até dezembro de cerca de 14 milhões de sacos ajudou a corrigir a ótica ofuscada pela pressão dos especuladores em somente mostrar e falar em quantidade de possíveis colheitas.

Para o produtor que tem prejuízo ao vender ao redor de R$ 100,00, qualquer possibilidade de alteração positiva faz uma diferença enorme.

Para saber mais sobre o mercado de feijão acesse o site do IBRAFE e a PÁGINA DO FEIJÃO.

​Clique AQUI e veja mais cotações do mercado de feijão.

Tags:
Fonte: IBRAFE

1 comentário

  • Roberio Oliveira Paripiranga - BA

    Olá, bom dia
    Sou produtor de feijão no leste da Bahia, e gostaria de entrar em um grupo de wttsapp relacionado ao feijão para me manter informado, me de uma força. Desde já obrigado
    Roberio Oliveira

    0
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      SR ROBERTO, se o senhor que e' o interessado não divulga o seu numero de Whatsapp como esperar que os outros lhe corram atrás?

      5
    • ROBERIO OLIVEIRAPARIPIRANGA - BA

      Primeiro meu nome é Roberio e não Roberto, segundo eu coloquei o número sim, talvez a equipe do site não divulgou por medidaa de segurança Celular: 079999000926

      5