Ibrafe: Feijão semeado no Paraná está perdido

Publicado em 20/09/2017 18:20
887 exibições

Olhar o céu e o aplicativo de previsão do tempo. Assim estão os produtores da Região Sul, aguardando para plantar a primeira safra de 2018. Mas, quando até o trigo sofre com a falta de umidade no Paraná, não há como esperar que os cerca de 10% de área já plantada de Feijão tenham chance de vingar.
 

Assim, vai aumentando o número de produtores que se rendem à realidade de plantar apenas uma safra. Deixarão de plantar duas safras neste verão pelo o atraso das chuvas e passam a optar por esperar e plantar a soja. Este ingrediente age no inconsciente de cada um e junta-se aos demais fatos, principalmente para os empacotadores e também as cerealistas e especuladores que vivem o dia a dia do mercado.
 

O resultado é que vendeu, e muito, ontem. Os empacotadores mantiveram suas ofertas entre R$ 120,00/125,00 e acabaram conseguindo comprar lotes maiores de Feijões em Minas Gerais e em Goiás. Também na Bahia, região de Feijões irrigados, os valores foram de R$ 140,00/145,00. 


Para saber mais sobre o mercado de feijão acesse o site do IBRAFE e a PÁGINA DO FEIJÃO.

Clique AQUI e veja mais cotações do mercado de feijão.
 

Tags:
Fonte: IBRAFE

0 comentário