Procafé: Cultivo intercalado de feijão e café combina bem

Publicado em 18/01/2017 12:51
532 exibições

Não. Não se trata de combinar um cafézinho, tomado depois de saborear uma feijoada, o que vai bem, para tirar a sonolência.

                Aqui a combinação é no campo, na lavoura, onde a cultura do feijão se mostra muito adequada  ao seu cultivo intercalar, nas ruas do cafezal. De fato,  o feijoeiro apresenta características  positivas,  para aproveitar áreas livres no meio da lavoura de café. As plantas de feijão têm porte baixo, ciclo curto e pertencem  à familia das leguminosas, tudo isso leva à sua pouca concorrência com os cafeeiros.          Junta-se a essas características agronômicas favoráveis, a boa condição de preços, que o feijão tem alcançado no mercado.

No passado, os produtores familiares e mesmo os parceiros usavam, em maior escala, culturas intercalares nos cafezais, obtendo, delas, suporte na alimentação própria, alem de sobras para venda.

A dificuldade de mão-de-obra e a necessidade de mecanizar os tratos nos cafezais trouxeram  drástica redução no uso de cultivos intercalares. Porem, temos visto, ultimamente, uma retomada desses cultivos, devendo tratar-se de aperto, diante da crise econômica atual e do custo alto do feijão.

A retomada de plantios de feijão, em maiores áreas, nas propriedades cafeeiras, é muito adequada, pois, com a ampliação que vem ocorrendo no plantio de café e com maior uso das podas, extensas áreas de cafézais estão disponíveis, com espaço livre nas ruas da lavoura. Ali, cultivar feijão é muito melhor do que cultivar mato. As prioridades para o cultivo intercalar são, portanto, em cafezais na fase de formação ou no pós-poda drástica (recepa/esqueletamento), ou mesmo em lavouras que, por outras razões (granizo, geada, estiagem etc) se encontram em recuperação..

Faz alguns anos atrás, na época do ex-IBC, num período em que faltava feijão, realizamos campanha do seu plantio no meio do cafezal, tendo havido sucesso, pois conseguiu-se, num só ano, plantar 400 mil ha dessa cultura, boa fornecedora de proteina.

O Brasil, ainda, é o maior produtor e consumidor de feijão. A feijoada é um prato típico nacional, mas o feijão nem sempre. O consumo de feijão , pelos brasileiros, vem caindo, de 26 kg por pessoa na década de 60, para 19 kg em 90 e 15 kg per capita, atualmente. A área plantada caiu, de 5-6 milhões de ha/ano, na década de 90, para cerca de 3 milhões/ano na atualidade. A produtividade compensou, em parte, as safras.

A cafeicultura tem condições de fomentar o plantio de feijão. Não se justifica importar- nem feijão, nem café.

Feijão combina bem com café - 001

Feijão combina bem com café - 002

Feijão combina bem com café - 003

Feijão combina bem com café - 004

J.B. Matiello e S.R. Almeida – Engs Agrs Fundação Procafé e  C.A,. Krohling – Eng Agr Incaper

Tags:
Fonte: Procafé

0 comentário