Governo vai ampliar medida que autoriza pecuaristas afetados pela seca a comprar milho para ração animal

Publicado em 09/03/2012 07:02 402 exibições
O secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Caio Rocha, disse nesta quarta, dia 8, que o governo publicará uma nova portaria interministerial ampliando a medida que abriu a possibilidade de pecuaristas prejudicados pela seca e pela escassez de milho adquirirem parte dos estoques públicos do produto para usar como ração animal.

Rocha disse que o limite de aquisição pela venda balcão, que era de até seis mil toneladas por produtor na primeira portaria, será ampliado para 27 mil toneladas. Segundo ele, o limite dependerá do número de animais que o pecuarista tem na propriedade. Além disso, os produtores do Paraná também passaram a ter direito à compra do milho subsidiado, no valor de R$ 21 a saca de 60 quilos.

O secretário informou ainda que, na próxima semana, fará uma reunião com representantes da cadeia produtiva do milho para discutir questões de logística do produto no país.

— Somos autossuficientes na produção de milho, mas a distribuição da produção é que traz problemas logísticos por região — explicou após apresentação do sexto levantamento da safra de grãos.

Segundo Rocha, a intenção é definir um projeto estratégico que resolva, nas próximas safras, a questão do custo de transporte do milho de uma região para outra.

— No Rio Grande do Sul, por exemplo, em ano de boa produção ainda faltam dois milhões de toneladas para o abastecimento. Iniciaremos um processo para corrigir essa deficiência por Estados.
Tags:
Fonte:
Agência Brasil

0 comentário