MS é terceiro no ranking nacional de produção de sorgo

Publicado em 11/04/2012 07:21 433 exibições
O último levantamento agropecuário realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE coloca Mato Grosso do Sul como terceiro colocado na produção de sorgo, atrás apenas dos estados de Minas Gerais e Goiás, respectivamente em segundo e primeiro lugares no ranking nacional. O Brasil produz em média de 1,5 milhões de toneladas de sorgo, sendo que São Gabriel do Oeste, no interior de MS, tornou-se responsável por 5% de toda essa produção.

A região Centro-Oeste detém 62% de todo sorgo brasileiro com 951 mil toneladas no levantamento de 2010. Mato Grosso do Sul responde por 162 mil toneladas o que corresponde a uma participação de 10,6% da produção nacional, e aproximadamente metade da produção de sorgo de MS se concentra em São Gabriel do Oeste, cidade que cultiva 84 mil toneladas, recebendo título de município que mais produz sorgo no país.

“A região norte de MS é privilegiada quanto ao sorgo já que essa cultura de inverno não exige muita água e o clima daquela região é o mais apropriado. Além de ser um produto de baixo valor de produção o sorgo se tornou um produto rentável e com custos que variam entre 50 e 60% mais baratos que o milho. A maior parte de nossa produção é comercializada com os pecuaristas daqui do Estado”, detalhou Almir Dal Pasquale, presidente da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul – Aprosoja/MS.

Companhia Nacional de Abastecimento – Conab prevê um crescimento de 168% na produtividade de sorgo no MS no período de oito safras, uma vez que a produtividade da safra de 1999/2000 foi igual a 930 kg/ha e a previsão para a safra atual menciona a produtividade de 2,5 mil kg/ha. Em relação aos números atuais para a cultura do sorgo em MS as estimativas da Conab apontam para safra 2011/12 uma área plantada de 48,5 mil ha e uma produção total de 121,3 mil toneladas.

O sorgo brasileiro é todo destinado a alimentação animal, beneficiando suínos, aves, bovinos e pets. Segundo o artigo “A produção de Sorgo granífero no Brasil” escrito por técnicos da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa Milho e Sorgo houve tentativas de consumo humano, porém a ação correspondeu a uma parcela de quase zero por cento do consumo dessa cultura. 

Sobre a Aprosoja/MS – Fundada em 2007 a Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul – Aprosoja/MS, visa incentivar a produção e o consumo de soja e outros grãos, além de seus derivados, buscando por meio de orientações e apoios aos associados em todas as fases da atividade agrícola a defender os interesses específicos de cada produtor. Com foco nos itens que impactam a receita pública e privada, e com atenção privilegiada no que diz respeito à sustentabilidade sócio-ambiental, a associação preza por parcerias buscam beneficiar todos envolvidos de forma direta ou não com o setor agrícola do Estado de MS.
Tags:
Fonte:
Famasul

0 comentário