Publicidade

Cesta básica de Porto Alegre sobe apesar de queda no imposto

Publicado em 20/03/2013 10:04 281 exibições
O corte de impostos sobre os produtos que compõem a cesta básica ainda não chegou ao bolso do consumidor. Os preços dos itens que tiveram redução de tributos anunciada há cerca de 10 dias pela presidente Dilma Rousseff não apenas não caíram como, em alguns casos, ficaram mais altos, conforme medição feita pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC-S) da Fundação Getulio Vargas (FGV) em Porto Alegre.

O caso mais evidente é o das carnes, que tiveram alta de preço mesmo depois que os donos de supermercados se comprometeram a reduzir imediatamente os preços. Como as carnes são repostas diariamente, e os impostos federais são pagos apenas pelo varejo, o que dispensa cálculos complexos da indústria, esses produtos deveriam ter sido os primeiros a repassar a queda no custo para o bolso do consumidor. No entanto, a carne bovina subiu 0,20%, enquanto a de frango chegou a saltar 5,93%.

Veja a notícia na íntegra no site do Zero Hora

Tags:
Fonte:
Zero Hora

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário