Publicidade

Neste domingo, índios Terena voltam a invadir fazenda Cambará em Sidrolândia

Publicado em 02/06/2013 20:14 757 exibições
por Diana Gaúna, do site midiamaxnews, de Campo Grande (MS)

Após proporem trégua de pelo menos 15 dias, índios Terena invadiram a Fazenda Cambará, em Sidrolândia – distante a 70 km de Campo Grande, na tarde deste domingo (2). A informação é do presidente da Acrissul (Associação de Criadores de Mato Grosso do Sul), Francisco Maia. O dono da propriedade, Vanth Vani Filho não estava no local no momento da ocupação. A última invasão na Cambará foi no dia 16 de maio de 2013.

Segundo Maia, Vanth disse que por volta das 13h30 recebeu um telefone de um encarregado, dizendo que os funcionários foram expulsos e que os índios voltaram a invadir a propriedade.

“Não tem nem 24h do acordo que os próprios índios propuseram e eles retomaram as ocupações. As coisas continuam de forma insustentável porque não houve reintegração. Tiraram os índios, não entregaram a propriedade e agora eles voltaram. Isso mostra que a situação está fora de controle”, disse Maia.

O presidente da Acrissul conta que os 15 dias de trégua foram para que se chegasse a um entendimento, já que os produtores se propuseram a negociar. Nesse meio tempo, Maia explica que um documento será levado à Brasília para que as ações do Tribunal de Justiça de MS sejam apressadas e para que o presidente do Supremo Tribunal Federal tenha entendimento com a União e dê andamento nessas questões. 

Publicidade

Com o rompimento do acordo, Maia diz apenas que lamenta a situação e que no primeiro horário desta segunda-feira (3) vai se reunir com o presidente da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS) para definir uma posição em relação à invasão.

“Os índios não respeitaram o acordo. Com o pé em que está isso ai vamos ter guerra entre produtores e índios e isso não interessa para ninguém. Vamos sentar amanhã e achar uma saída”, finalizou Maia.

A reportagem tentou entrar em contato com o representante da Funai (Fundação Nacional do Índio) e Cimi (Conselho Indigenista Missionário), mas não obteve resposta. Também líderes indígenas Terenas não foram encontrados. Um guerreiro da aldeia Buriti informou que parece que a invasão é fato, mas não pode garantir porque os Terenas que ocuparam a área são de outra aldeia, possivelmente da aldeia Lagoinha.

Tags:
Fonte:
midiamaxnews (MS)

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

1 comentário

  • Edison tarcisio holz Terra Roxa - PR

    vai confiar em indio so gilberto caralho ou josé eduardo buroso ou a ptralhada acha que eles são inocentes esperem pra ver no que vai dar

    0