Espírito Santo recebe R$ 30,5 milhões para criação de nova UA

Publicado em 18/06/2013 10:11 293 exibições

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) vai investir R$ 31,3 milhões na construção de uma Unidade Armazenadora (UA) na cidade de Viana, a 22 km da capital Vitória, e na reforma da unidade já existentes em Colatina. A nova unidade consta de uma bateria de silos metálicos e será direcionada principalmente para o estoque público regulador de milho. Segundo a superintendência da Conab no Espírito Santo, o estado é um grande consumidor, mas não tem produção do grão, e Viana está localizada em um ponto estratégico na logística de transporte de grãos e na redução do Custo-Brasil.

A medida faz parte do Plano Nacional de Armazenagem, anunciado durante a divulgação do Plano Agrícola e Pecuário 2013/2014, no último dia 4 de junho. Em todo o país, serão investidos R$ 500 milhões para ampliar e melhorar a capacidade pública de estocagem. Serão reformadas 84 unidades e construídas outras 10. Entre as melhorias previstas estão a reforma das instalações internas e externas, a ampliação das capacidades com a instalação de equipamentos mais modernos e a recuperação de outros.

Em toda a região Sudeste o investimento chegará a R$ 42,2 milhões, utilizados na reforma de 14 armazéns e na construção da unidade de Viana. O benefício permitirá que a Conab amplie a operação com produtos da cesta básica, do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do Programa de Vendas em Balcão e apoio à Defesa Civil.

Com a medida, a capacidade estática de armazenagem pública do Brasil passará de 1,96 milhões para 2,81 milhões de toneladas. A nova unidade armazenadora de Viana terá capacidade de 100 mil t. A iniciativa também vai atender os programas sociais do governo e regular o abastecimento dos principais alimentos básicos, com objetivo de garantir a oferta destes produtos e minimizar os riscos de impacto sobre a inflação.

Além de Viana, novos armazéns também serão construídos em Campina Grande (PB), Maracanaú (CE), Eliseu Martins (PI), Petrolina (PE), Estrela (RS), Xanxerê (SC), Anápolis (GO), Luís Eduardo Magalhães (BA) e Itaqui (MA). Serão R$ 350 milhões direcionados para a construção de novas UA’s e R$ 150 milhões para a reforma das já existentes.

Para a viabilização das medidas anunciadas, a Conab irá contratar o Banco do Brasil para atuar na gestão e fiscalização das obras de construção e modernização dos armazéns, conforme autorização da Medida Provisória nº 619, assinada no último dia 06 de junho. A partir desta semana, técnicos do banco irão visitar, em conjunto com os profissionais da Conab, as unidades que serão revitalizadas.

Tags:
Fonte:
Conab

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário