Na VEJA: Mensalão -- Médicos da Câmara descartam aposentadoria a Genoino

Publicado em 27/11/2013 16:12 e atualizado em 27/11/2013 16:45 407 exibições
Câmara dos Deputados tentava acelerar concessão de aposentadoria por invalidez ao petista antes da abertura do processo de cassação do mandato

A junta médica da Câmara dos Deputados descartou conceder imediatamente aposentadoria por invalidez ao deputado licenciado José Genoino (PT-SP), que cumpre pena pela condenação no julgamento do mensalão. Com a decisão, o petista deverá enfrentar processo de cassação do mandato.

"A avaliação é conclusiva no sentido de que não existe no momento uma incapacidade laboral definitiva ou, como se costuma dizer, invalidez. O que existe é uma circunstância em função da doença de ter riscos na atividade laboral, por isso precisa de um controle melhor do quadro clinico dele", afirmou o cardiologista Luciano Vacanti. "A junta também constatou que o periciado não apresenta cardiopatia grave."

Os médicos concederam licença por mais 90 dias ao petista. Depois desse período, ele voltará a ser avaliado. Um laudo feito por médicos da Universidade de Brasília, a pedido do Supremo Tribunal Federal (STF), também apontou que a situação do mensaleiro não é grave, descartando a necessidade de prisão em regime domiciliar, conforme seu advogado pediu à Corte.

Os laudos médicos frustram as manobras de petistas para tentar desligar o mensaleiro da Casa antes da abertura do processo de cassação do mandato. O prazo pedido pela junta médica empurra a decisão para o ano que vem. Graças à nova regra aprovada ontem pelo Congresso, a deliberação será aberta – o que reduz as chances do petista ser poupado.

Em setembro, o deputado pediu a aposentadoria por invalidez alegando problemas cardíacos. O afastamento foi concedido de forma provisória e uma nova avaliação ficou agendada para janeiro. Mas, trabalhando para aposentar Genoino antes de o processo de cassação ser aberto, a Câmara antecipou os exames para a noite desta segunda-feira. A avaliação foi feita sem autorização do Supremo.  

José Genoino a caminho da Polícia Federal, em São Paulo

José Genoino a caminho da Polícia Federal, em São Paulo (Renato Ribeiro Silva/Futura Press)

Brasil

Pode isso?

JOSE-DIRCEU-2010-SP-55-size-620

Alegria de mensaleiro dura pouco?

Quem já gerenciou a Casa Civil pode gerenciar um hotel? É o que o Conselho Regional de Administração do Distrito Federal (CRA-DF) quer saber. O conselho vai notificar o Saint Peter Hotel, onde José Dirceu escolheu bater ponto durante as horas fora da Papuda, para que explique em que condições o mensaleiro foi contratado para ser gerente, cargo que o CRA julga ser privativo de quem é formado em Administração. Dirceu é formado em Direito.

Por Lauro Jardim

Na Justiça

st peter

Patrão de Dirceu: sempre nos tribunais

Embora não tenha contratado José Dirceu para ser seu diretor jurídico, Paulo Abreu, o amigão que deu a ele o posto de gerente do hotel Saint Peter, é daqueles empresários que gasta muito, muito com advogado.

Só em São Paulo, está envolvido em 53 ações, entre cíveis e criminais – a maioria delas, como querelante. Fora as Varas Federais e STJ…

Por Lauro Jardim

Dirceu não cuidará das malas

Outras atribuições

Outras atribuições

Não é verdade que entre as funções de José Dirceu no Saint Peter esteja a de fiscalizar os funcionários que levam as malas dos hóspedes.

Por Lauro Jardim

Tags:
Fonte:
veja.com.br

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário