Milheto BRS 1501 da Embrapa uma opção para a rotação de culturas

Publicado em 17/04/2014 11:12 e atualizado em 10/03/2020 08:40 5164 exibições

Um dos mais importantes benefícios do cultivo de milheto para os solos agrícolas é o controle de nematoides, por ser uma planta com baixo fator de reprodução desses microrganismos, afirma Huberto Paschoalick, técnico da Embrapa Produtos e Mercado (Escritório de Dourados, MS), unidade de serviço da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Isaac Leandro de Almeida, da Embrapa Produtos e Mercado (Escritório de Brasília, DF), explica que ao se plantar uma Âncoracultura não hospedeira como o milheto, os nematoides ficam sem alimento e, consequentemente, suas populações são significativamente reduzidas, beneficiando o cultivo da soja.

Segundo Paschoalick, outra característica interessante desta planta é que ela realiza uma ciclagem de nutrientes no solo, captando nutrientes de camadas mais profundas, através de suas raízes, e liberando gradativamente esses nutrientes na camada arável do solo com a decomposição da palhada. 

A Embrapa oferece aos agricultores a cultivar BRS 1501, desenvolvida pela Embrapa Milho e Sorgo, com ciclo de florescimento de 50 dias e maturação fisiológica de 80 a 100 dias, ótima capacidade de perfilhamento, altura média das plantas de 180 cm, grãos semiduros e com 12% de teor de proteína, com potencial de produção de grãos em torno de 1,5 tonelada por hectare.
 
 Huberto fala um pouco mais sobre a cultivar: “Ela é adaptada para produção de massa em sistemas de plantio direto. Apresenta rápido crescimento, em 30-40 dias tem a capacidade de oferecer cerca de 40 toneladas de massa para cobertura do solo.
 
Na região Centro-Oeste o milheto já é usado 100% para cobertura de solo. A cultivar BRS 1501 é recomendada para as regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste, mas, pode ser cultivado em qualquer região produtora de grãos.
 
É uma alternativa de forrageira para atender às necessidades nutricionais diárias do gado em pastejo, apresentando rápida recuperação, hábito ereto, desenvolvimento uniforme e boa capacidade de perfilhamento.

O milheto BRS 1501 tem até 24% de proteína bruta, boa palatabilidade e digestibilidade em pastejo. Quanto ao potencial produtivo de forragem, o milheto pode alcançar até 60 toneladas de massa verde e 20 toneladas de matéria seca por hectare quando cultivado no início da primavera.

Se for utilizado sob pastejo, com animais de recria, pode proporcionar ganhos de até 600 quilos por hectare de peso vivo, ou 20 arrobas por hectare de carne em 150 dias o equivalente a ganhos médios diários de 950 gramas por animal, com 4,2 animais por hectare.

Isaac Leandro informa que a Embrapa dispõe de sementes básicas a pronta entrega para os produtores do Centro-Oeste ao preço de R$ 4,50 o quilo.

Interessados em adquirir sementes podem entrar em contato pelos telefones: (61) 3333-0417 / 3333-7878 ou no e-mail  [email protected] O endereço é Estrada Parque Contorno Taguatinga/Gama, Km 03, Fazenda Sucupira - Riacho Fundo II - Brasília – DF. CEP: 71.720-971.

Tags:
Fonte:
Embrapa Produtos e Mercado

0 comentário