MILHO: Preço mínimo em MT vai subir diz Ministro. Aprosoja-MT pede R$ 17,84

Publicado em 16/08/2014 04:20 711 exibições
Embrapa oferece opções de milho convencional com produtividade e resistência a doenças

Fixado atualmente em R$ 13,52, o preço mínimo do milho vai subir em 2014. A afirmação foi feita durante o Circuito Aprosoja em Nova Mutum pelo Ministro da Agricultura, Neri Geller. De acordo com ele, o valor é definido pelos custos variáveis de produção – cálculo esse que cabe à Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) que está em torno de R$ 14,50, R$ 14,60. 

Apesar da projeção de alta, a Associação de Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), trabalha com outro valor. “Já enviamos à Secretaria de Política Agrícola um estudo sinalizando o valor de R$ 17,84, a partir de uma análise detalhada feita pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea)”, afirma o presidente da entidade, Ricardo Tomczyk. 

“Obviamente, se houver questionamento sobre o valor proposto, vamos analisar. Estamos abertos para discutirmos com os técnicos das entidades que representam o setor produtivo.  Faz parte do processo”, antecipou Neri Geller. De acordo com o ministro, a Secretaria de Política Agrícola está avaliando esses estudos, para então levar a proposta para validação junto ao Conselho Monetário Nacional (CMN). A intenção é que o preço mínimo seja definido em breve para entrar em vigor em janeiro de 2015.

SAIBA MAIS

Até meados da década de 1970, o Brasil era um tradicional importador de alimentos. Como forma de estimular a produção de alimentos como o milho, essencial para a segurança alimentar nacional e fundamental para a produção de aves e suínos, o Governo Federal criou uma série de políticas agrícolas. O objetivo era garantir condições de produção, assegurando renda mínima aos produtores.

Um dos mecanismos mais importantes dessas políticas agrícolas é o estabelecimento de preços mínimos estaduais por produto, que são definidos anualmente para o próximo exercício (ano civil). Funcionam como uma referência para o Governo Federal: quando o mercado passa a trabalhar com valores abaixo desse patamar, é momento de intervenção oficial para a equalização dos preços, garantindo ao produtor o mínimo necessário para manter a produção. 

Embrapa oferece opções de milho convencional com produtividade e resistência a doenças

Apesar do grande número de opções de sementes existentes hoje no mercado de milho, uma cultivar convencional ainda tem grande aceitação em nichos de mercado para consumidores preocupados com sua alimentação e com o ambiente. Além disso, nichos de mercado para alimentos a base de milho para bebês e produtos orgânicos optam por cultivos convencionais para suprimento da sua cadeia de produção. A Embrapa é a empresa que mais opções de milho convencional oferece no mercado de sementes. Suas cultivares são de ótima qualidade, reunindo alta produtividade e resistência a doenças. Essas cultivares podem ser encontradas em todo o Brasil, por meio dos parceiros da Embrapa Produtos e Mercado na comercialização de sementes. 

Além de cultivares direcionadas para a produção de grãos, a Embrapa oferece cultivares para produção de silagem e de milho verde. As cultivares também são adaptadas a todas as regiões do país e a qualquer sistema de produção, sendo provavelmente o insumo moderno de uso mais generalizado na cultura do milho. 

As diversas cultivares oferecidas pela Embrapa possibilitam ao agricultor escolher a melhor semente para seu cultivo, seja ela para uma grande produção - destinada à indústria de alimentos - seja para o uso como área de refúgio da produção transgênica ou para a pequena produção. Com isso, as cultivares convencionais da Embrapa possuem características de produtividade e resistência que ajudam o produtor a garantir o sucesso no seu negócio. 

Cultivares de milho da Embrapa 

Conheçam algumas das cultivares convencionais de milho oferecidas pela Embrapa no mercado. Entre na Página de Negócios de Cultivares, acessando WWW.embrapa.br/cultivares, e conhecendo os milhos BRS Caimbé, BRS Gorotuba, BRS Missões, BRS Planalto, BRS 2022, BRS 2223, BRS 3040, BRS 4103 e o milho pra silagem 1060. E lembre sempre, BRS é a marca da cultivar da Embrapa. Para saber onde encontrar os parceiros da Embrapa na comercialização de suas cultivares, entre na página: WWW.embrapa.br/cultivares

Tags:
Fonte:
Ascom Aprosoja + Embrapa

0 comentário