Monsanto prevê plantio de 5 milhões de hectares com soja Intacta na América do Sul durante a safra 2014/15.

Publicado em 10/12/2014 17:21 e atualizado em 10/12/2014 18:24 332 exibições

A Monsanto anunciou nesta quarta-feira (10), investimento de US$ 150 milhões no Brasil no ano fiscal 2015, iniciado em setembro  De acordo com o presidente da empresa no Brasil, Rodrigo Santos, entre os setores que receberão investimentos estão as unidades de pesquisa e de manufatura de sementes, com destaque para o Centro de pesquisas em Petrolina -PE que vai trabalhar com o desenvolvimento de produtos sem o emprego de biotecnologia. A  Monsanto também divulgou os resultados no ano fiscal de  2014 (setembro de 2013 a agosto de 2014), com um faturamento de US$ 1,778, valor 15% superior ao ano fiscal anterior, US$ 1.547 bilhão.

Além da entrevista coletiva, que ocorreu durante o almoço em uma casa de eventos na Vila Madalena em São Paulo, os representantes da  Monsanto aproveitaram para lançar também a campanha da empresa que prentede promover o diálogo com a sociedade.

Segundo Maria Claudia Souza, diretora de assuntos corporativos da empresa, a Monsanto inicia uma nova era em sua trajetória ao lançar uma campanha simultânea em diversos países, como Estados Unidos, Argentina, Índia, China, França e Brasil – o segundo maior mercado da companhia no mundo. Para dividir com as pessoas a sua história, a sua filosofia e os segmentos em que atua, no Brasil a campanha terá ativação física por meio de anúncios em diferentes mídias e o canal Descubra Monsanto: https://descubra.monsanto.com.br

Em relação aos produtos da empresa, Rodrigo Santos disse que a companhia tem duas novas variedades geneticamente modificadas em avaliação na Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio): uma de tolerância a pragas e outra com resistência a herbicidas. Segundo o executivo, ao todo 18 tecnologias estão em avaliação na CTNBio.

Sobre a introdução da tecnologia da soja Intacta RR2 Pro na safra  2014, Santos ressaltou que pelo menos 4,8 milhões de hectares serão  cultivados no Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai . " É o maior lançamento de uma tecnologia de soja já feito pela Monsanto", reforçou o presidente da empresa que completou dizendo que os números ficaram acima das expectativas da Companhia.

Um impasse entre as grandes indústrias de soja do Brasil  com a  Monsanto, em relação à cobrança de royalties sobre a variedade Intacta foi motivo de preocupação da empresa antes do início do plantio. A falta de um acordo para o recebimento do produto poderia impactar ou limitar as vendas de sementes da nova tecnologia.

As empresas reivindicam um acordo comercial para receber pelos serviços de monitoramento e cobrança de royalties, no momento da entrega dos grãos . Na avaliação do presidente da Monsanto, que fez questão de frizar que é uma impressão pessoal, esse impasse com a Abiove não limitou a utilização da tecnologia no Brasil. Atualmente são 580 empresas que já participam do sistema de detecção de soja geneticamente modificada e existe uma negociação individual com as indústrias que fazem parte da abiove para determinar o valor dos serviços, "... o quanto nós vamos remunerar as empresas pelo serviço prestado".

Santos lembrou que o número de agricultores utilizando a tecnologia Intacta no Brasil saltou de 15 mil na safra anterior para cerca de 35 mil agora em 2014 e daqueles que utilizaram a tecnologia no ano passado mais de 94% voltaram a utilizar o produto .

 

 

Tags:
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário