Produtores de soja se previnem da lagarta Helicoverpa Armigera

Publicado em 29/12/2014 08:28 164 exibições

Quando a lagarta Helicoverpa armigera apareceu nas lavouras, foi um terror. Muitos diziam que era a pior praga dos últimos tempos. Mas baixada a poeira, os agricultores estão aprendendo a controlar a praga.

Manter a lavoura de soja livre das lagartas é o sonho de qualquer agricultor. Mas desde que a Helicoverpa Armigera apareceu nos campos brasileiros, há duas safras, o desafio aumentou. A praga exótica come de tudo: algodão, milho, soja. Atacando desde as folhas até as vagens.

Para proteger a plantação, o agricultor Diórginis Seron monitora cuidadosamente a área. São 2500 hectares em Campo Verde, sudeste de MatoGrosso. “Todo mundo ficou armado aí, esperando, porque sabe que o estrago dela é muito forte”, lembra o produtor.

Depois da preocupação e dos prejuízos da última safra os agricultores reforçaram o alerta no combate à praga. Na fazenda de Diórginis, por exemplo, uma das estratégias adotadas foi justamente identificar o melhor momento para realizar as pulverizações.

Leia a notícia na íntegra no site do Globo Rural

Tags:
Fonte:
Globo Rural

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário