Em VEJA: Nem 'vale-protesto' salva ato pró-Dilma em São Paulo

Publicado em 14/03/2015 11:10
1696 exibições
Auge da marcha organizada para defender os saqueadores da Petrobras reuniu 12 000 pessoas – bem menos do que os 100 000 que a CUT prometeu levar. (em veja.com)

Transporte gratuito, distribuição de marmita, camiseta e boné, além de um "vale" que variou de 35 reais a 50 reais. Nem a distribuição do "kit protesto" pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), pelo Movimento dos Trabalhadores (MST) e pelos movimentos de sem-teto foi capaz de atrair o público que os aliados do PT esperavam no ato desta sexta-feira na Avenida Paulista, no centro de São Paulo. A passeata foi convocada para tentar se contrapor às manifestações contra a presidente Dilma Rousseff, agendadas para domingo, em 200 cidades do país.

Segundo a Polícia Militar, o auge da marcha reuniu 12 000 pessoas, número bastante inferior aos 100 000 manifestantes que a CUT alardeava que reuniria na capital paulista. O quórum, aliás, só cresceu porque a marcha que partiu da sede administrativa da Petrobras seguiu em direção ao Masp, onde estavam reunidos professores da rede estadual para deliberar sobre o início de uma greve. Como a Apeoesp (sindicato da categoria) é ligada ao PT, muitos professores se juntaram ao grupo. Mas a adesão não foi unânime: a presidente da Apeoesp, Izabel Noronha, conhecida como Bebel no meio sindical, foi vaiada pelos professores ao discursar em defesa da presidente Dilma Rousseff.

A defesa da presidente justamente foi um dos pontos em questão: os grupos que organizaram o ato tentaram emplacar o absurdo lema de "defesa da Petrobras e da reforma política", quando visivelmente os integrantes da marcha foram convocados - alguns pagos - para elogiar Dilma. Outros, sequer sabiam o que faziam no local: há apenas três meses no Brasil, o africano Muhamed Dukurek, de 44 anos, aceitou vestir a camiseta da CUT e carregar um dos balões da central sindical pelo dinheiro. "Disseram que eu ia receber um pagamento de 40 reais a 50 reais", afirmou ao site de VEJA. Falando poucas palavras em português, ele disse que um ônibus foi buscá-lo em sua casa no bairro do Brás, pela manhã. Foi liberado às 17 horas do trabalho na Paulista quando a CUT recolheu os balões.

Integrantes da CUT (Central Única de Trabalhadores) distribuem camisetas à outros sindicalistas para o ato nacional em defesa dos direitos da classe trabalhadora, da reforma agrária, da reforma política e da Petrobrás

VALE-PROTESTO – Integrantes da CUT distribuem camisetas para quem compareceu ao ato pró-Dilma(Eduardo Gonçalves/VEJA.com)

 

Protestos dos “trabalhadores” que não trabalham são um fiasco; o dos trabalhadores que trabalham acontece no domingo. Ou: O movimento das pessoas direitas

Micaram, Brasil afora, os atos, como dizem seus promotores, “em defesa da Petrobras”. Na verdade, tratava-se de uma tentativa de blindar a presidente Dilma, antecipadamente, do protesto de domingo. Os esquerdistas criaram transtornos nas cidades em que se manifestaram, mas, quase sempre, havia mais balões do que pessoas, mais bandeiras do que brasileiros, mais palavras de ordem do que ideias. E há um dado que é especialmente saboroso: a convocação do Partido dos Trabalhadores, da Central Única dos Trabalhadores e daqueles que se dizem trabalhadores do MST é feita para uma sexta-feira útil, dia em que, afinal, trabalhadores costumam estar trabalhando.

Mas não eles. Porque trabalhadores não são. Na maioria dos casos, são sindicalistas e apaniguados de aparelhos sindicais que vivem, isto sim, do trabalho alheio. Os que se dizem “defensores da Petrobras” são sanguessugas de quem realmente acorda cedo, pega no batente, tem uma família a alimentar.

Já a manifestação daqueles que  petistas, cutistas e emessetistas chamam “elite”; daqueles que petistas, cutistas e emessetistas chamam “coxinhas”; daqueles que petistas, cutistas e emessetistas chamam “direita golpista”, ah, essa será feita no domingo. Sabem por quê? Porque, para a larga maioria, esse é o único dia de descanso. Os coxinhas, os direitistas, como eles dizem, vivem do seu trabalho, não integram a aristocracia sindical, não vivem pendurados nas tetas do governo. Aqueles que as esquerdas estão hostilizando geram impostos, em vez de apenas consumi-los; geram riquezas, em vez de apenas querer dividi-las, constroem o Brasil, em vez de apenas querer destruí-lo com a sua militância truculenta.

Que país exótico este em que vivemos, não? Aqueles que se dizem de esquerda vivem de renda — sim, meus caros: viver do imposto sindical e da transferência de recursos públicos para ditos movimentos sociais é uma forma de rentismo. E o que o rentismo? É um dinheiro que cai nas mãos do beneficiado sem que, para tanto, ela tenha produzido um miserável parafuso ou mesmo uma miserável ideia. É o dinheiro que saiu dos bolsos de quem trabalha para os de quem não trabalha.

E aqueles que merecem a pecha de “elite”? Ah, esses trabalham muitas horas por dia. Com alguma frequência, buscam ter até mais de um emprego para tentar garantir algum conforto adicional e seus familiares. Vivemos a era em que os que trabalham são obrigados a prestar reverência a quem não trabalha. Vivemos a era em que os que metem a mão na massa são hostilizados por aqueles que vivem de fazer proselitismo. Vivemos numa espécie de nova escravidão, esta de caráter moral, em que o esforço é demonizado, o talento é desprezado, a qualidade é tida por reacionária, a eficiência é vista com maus olhos.

Por isso, a Petrobras está no chão. Por isso, o país tem juros de 12,75% ao ano; por isso, a inflação roça os 8%; por isso, o Brasil vive uma recessão. Os que hoje dirigem o Brasil desprezaram todas as ideias generosas e sensatas de administração responsável do dinheiro público. Não puseram o seu partido e os seus sindicatos a serviço da nação, mas a nação a serviço de seu partido e de seus sindicatos. O resultado é este que vemos: continuamos a ser um país rico com uma população, no mais das vezes, pobre: pobre de saúde, pobre de educação, pobre de segurança pública, pobre… de verdade!

É a direita, como eles dizem, que vai protestar no domingo? Não! Quem vai protestar no domingo são as pessoas direitas — sejam elas “de direita” ou não. É um ato contra um indivíduo chamado Dilma Rousseff? Não! É um ato contra a impunidade, contra a roubalheira, contra o cinismo, contra a trapaça eleitoral, contra a mistificação. Se essa pauta atinge o governante de turno, e se esse governante é uma governanta, então não há o que fazer.

Os que vão para as ruas estarão exercendo o Inciso IV do Artigo 5º da Constituição, o das cláusulas pétreas, imutáveis. Lá está escrito: “É livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato”. Todos nós sabemos o que nos custou essa carta de princípios, depois de 21 anos de ditadura. Infelizmente, em 1988, o PT se negou a homologá-la, num ato absurdo. Talvez por isso ignore agora os seus termos. Talvez por isso o próprio governo Dilma tenha negociado com black blocs, mas hostiliza quem tem a coragem de mostrar a cara.

A presidente Dilma exerce legítima e legalmente o seu mandato. Ninguém jamais contestou essa evidência. Mas o mesmo diploma que lhe garante essa legalidade e essa legitimidade assegura o direito à manifestação e o direito de apresentar petições ao poder público, inclusive o impeachment da presidente. Golpe é querer rasgar a Constituição em vez de aplicá-la. Há algum petista que negue esse fundamento? Pode vir aqui dizer que não é assim. Pode vir aqui tentar provar que isso que digo agride o regime democrático. Vamos ver com quais argumentos.

Querem saber? O verdadeiro protesto de trabalhadores é o que vai acontecer no domingo, já que trabalhadores trabalham. O verdadeiro ato em defesa da Petrobras será o de domingo, já que milhares de pessoas querem proteger a estatal da sanha dos quadrilheiros.

Não! Este não é um editorial de direita. Este é um editorial para pessoas direitas.

Por Reinaldo Azevedo

 

O LOCAL E A HORA DAS MANIFESTAÇÕES BRASIL AFORA E EM VÁRIAS CIDADES DO MUNDO

Vejam o local e a hora das manifestações país afora e no exterior .O balanço me foi fornecido pelo movimento “Vem pra Rua”. Ajude a divulgar nas redes sociais e entre seus amigos.

CIDADES EM QUE HÁ REPRESENTANTES DO VEM PRA RUA
Aracaju/SE – 9h30 – Arcos da Orla

Araraquara/SP – 15h00 – Parque Infantil

Belém/PA – 9h30 – Praça da República

Belo Horizonte/MG – 9h30 – Praça da Liberdade

Botucatu/SP – 15h00 – Largo da Catedral Metropolitana de Botucatu

Bragança Paulista/SP – 16h00 – Praça Raul Leme (Praça da Igreja Matriz) – Centro

Brasília/DF – 9h30 – Museu da República

Caratinga/MG – 09h00 – Praça Getúlio Vargas (em frente ao fórum)

Curitiba/PR – 14h00 – Praça Santos Andrade

Curvelo/MG – 10h00 – Praça Central do Brasil

Florestal/MG – 09h30 – comboio de Florestal e região vira para BH – Praça da Liberdade

Florianópolis/SC – 16h00 – TICEN (Av. Paulo Fontes, 701)

Fortaleza/CE – 10h00 – Praça Portugal

Goiânia/GO – 14h00 – Praça Tamandaré

Ipatinga/MG – 09h00 – em frente da prefeitura de Ipatinga

João Pessoa/PB – 15h00 – Busto de Tamandaré

Joinville/SC – 16h00 – Praça da Bandeira

Juiz de Fora/MG – 10h00 – Parque Halfeld

Jundiaí/SP – 9h30 – Av. 9 de Julho

Natal/RN – 15h00 – Avenida Roberto Freire

Porto Alegre/RS – 14h00 – Parcão

Presidente Prudente/SP – 09h00 – Parque do Povo (Próximo ao colégio Poliedro)

Recife/PE – 9h30 – Av. Boa Viagem (em frente da Padaria Boa Viagem)

Ribeirão Preto/SP – 10h – Praça Carlos Gomes (Teatro Pedro II)

Salvador/BA – 16h00 – Farol da Barra

São Carlos/SP – 10h00 – Praça do Mercado (R. Comendador Alfredo Maffei, 2522)

São Luís/MA – 15h00 – Av. Litorânea

São Paulo/SP – 14h00 – Metrô Trianon MASP (Av. Paulista, 1.370)

Sete Lagoas/MG – 16h00 – Lagoa Paulino

Teresina/PI – 16h00 – Av. Marechal Castelo Branco (em frente à Alepi)

Uberaba/MG – 16h00 – Calçadão de Uberaba

Uberlândia/MG – 9h30 – Praça Tubal Vilela

Viçosa/MG – 10h00 – 4 Pilastras

Vitória/ES – 16h00 – Praça do Papa

CIDADES EM QUE NÃO HÁ REPRESENTANTES DO VEM PRA RUA
(Estas cidades não possuem representantes do Vem Pra Rua, mas fomos informados por e-mail de que vão se manifestar nestes locais e horários)

Água Boa/MT – 15h – Bairro Universitário, próx. Caixa de Água

Águas de Lindoia/SP – 14h – Centro

Alegrete/RS – 17h – Centro Cultural com ato de abertura, caminhada e ato de encerramento na Praça dos Patinhos.

Americana/SP – 16h – Praça do Trabalhador

Anápolis/GO – 14h – Praça Dom Emanuel

Apucarana/PR – 15h – Catedral N. Sra. de Lourdes

Araçatuba/SP – 9h30 – Rotatória da Av. Brasília x Av. Pompeu de Toledo

Araguaína/TO – 9h – Praça do Galo

Arapiraca/AL – 16h – Praça Luiz Pereira Lima

Arapiraca/AL – 9h30 – Praça Marques

Arapongas/PR – 15h – Praça Mauá

Araras/SP – 15h – Defronte da Basílica N. S. do Patrocínio, Praça Central

Ariquemes/RO – 15h – Praça da Vitória (Av. Jamari)

Artur Nogueira/SP – 16h – Praça do Coreto – Av. Fernando Arena, esquina com a Rua Duque de Caxias

Arujá/SP – 14h – Praça do Correto

Assai/PR – 16h – Av. Rio de Janeiro, em frente à Igreja Matriz São José – Centro

Assis/SP – 17h – São Francisco de Assis

Atibaia/SP – 9h30 – Igreja da Matriz

Avaré/SP – 14h – Concha Acústica

Bagé/RS – 15h – Praça da Estação

Balneário Camboriú/SC – 16h – Praça Almirante, Tamandaré

Barbacena/MG – 9h30 – Praça das Andradas, em frente à Câmara dos Vereadores

Barra dos Garças/MT – 17h – Praça dos Garimpeiros

Barreirinhas/MA – 15h – Praça do Trabalhador

Batatais/SP – 16h – Praça da Matriz

Bauru/SP – 9h30 – Praça da Copaíba (Av. Getúlio Vargas)

Bento Gonçalves/RS – 16h – Em frente à Prefeitura

Bertioga/SP – 9h30 – Av. 19 de Maio

Betim/MG – 15h – Praça Tiradentes

Betim/MG – 9h30 – Praça Milton Campos – Centro

Birigui/SP – 9h – Praça Central Doutor Gama

Blumenau/SC – 16h – Prefeitura Municipal

Boa Vista/RR – 17h – Praça do Centro Cívico

Cáceres/MT – 15h – Serraria Cáceres até a Praça Barão do Rio Branco

Cachoeira do Sul/RS – 16h – Praça da Matriz

Caldas Novas/GO – 14h – Praça Central

Camaçari/BA – 9h30 – Praça Desembargador Monte Negro

Campina Grande/PB – 14h – Praça da Bandeira

Campinas/SP – 13h – Igreja Matriz  

Campinas/SP – 9h30 – Largo do Rosário 

Campo Grande/MS – 14h – Praça do Rádio

Campos de Goytacazes/RJ – 10h – Praça São Salvador

Canoinhas/SC – 9h30 – Praça do Centenário

Capão Bonito/SP – 14h – Av. Plácido Batista da Silveira

Capão da Canoa/RS – 14h – Antigo Largo do Baronda

Capinópolis/MG – 9h30 – João Moreira de Souza

Capivari/SP – 16h – Praça Central

Cascavel/PR – 15h – Em frente à Igreja Matriz

Castelo/ES – 16h – Praça Três Irmãos

Castro/PR – 15h – Praça Nossa Sra. do Rosário

Catanduva/SP – 9h30 – Praça Matriz

Caxias do Sul/RS – 16h – Praça Dante Alighieri

Caxias/MA – 9h – Praça da Matriz

Cianorte/PR – 15h – Prefeitura de Cianorte

Cidade de Goiás/GO – 14h – Praça dos Eventos

Concórdia/SC – 15h – Posto Lamonato, em direção à Praça

Correntina/BA – 10h – Praça Raimundo Salles

Criciúma/SC – 15h – Parque das Nações

Cruzeiro/SP – 16h – Na Praça em frente à Prefeitura Municipal

Cubatão/SP – 10h – Praça da Independência, Jd. Casqueiro

Cubatão/SP – 16h – Praça da Bíblia, em frente ao Senai

Cuiabá/MT – 13h – Praça da República, Centro

Cuiabá/MT – 16h – Praça da Rádio

Curitiba/PR – 14h – Praça Santos Andrade

Curitiba/PR – 9h30 – Centro Cívico

Divinópolis/MG – 9h – Praça do Santuário

Dois Vizinhos/PR – 14h – Praça da Igreja Santo Antônio

Dourados/MS – 14h – Praça Antônio João

Embu-Guaçu/SP – 14h – Praça do Coreto

Entre Rios do Oeste/PR – 14h – Praça João Natalio Stein

Espírito Santo do Pinhal/SP – 15h – Em frente ao Coreto (agência do Banco do Brasil)

Farroupilha/RS – 16h – Praça da Bandeira Farroupilha

Fernandópolis/SP – 9h – Praça da Matriz

Foz do Iguaçu/PR – 9h30 – Praça do Mitre

Franca/SP – 9h30 – Praça Nossa Sra. da Conceição (Concha Acústica)

Francisco Beltrão/PR – 15h – Calçadão Central

Garibaldi/RS – 9h30 – Av. Independência

Governador Valadares/MG – 16h – Praça dos Pioneiros

Gravataí/RS – 15h – Parcão

Guarapari/ES – 16h – Radium Hotel

Guarapuava/PR – 14h – Praça Cleve

Guaratinguetá/SP – 16h – Av. Presidente Getúlio Vargas, próximo à Ponte Nova

Guarulhos/SP – 11h – Bosque Maia, Avenida Paulo Faccini 

Imperatriz/MA – 9h30 – Praça de Fátima

Indaiatuba/SP – 10h – Parque Ecológico, próx. Pastel de Feira

Itabuna/BA – 15h – Jardim do Ó

Itajaí/SC – 15h – Av. Beira Rio

Itajobi/SP – 15h – Praça 9 de Julho

Itatiba/SP – 14h – Praça das Bandeiras

Itu/SP – 9h30 – Praça da Matriz

Jales/SP – 9h30 – Praça João Mariano de Freitas

Jaraguá do Sul/SC – 15h – Praça Angelo Plazera

Jataí/GO – 14h – Câmara dos Vereadores

Ji-Paraná/RO – 9h – BR364 – Ponte sobre o Rio Machado

Jundiaí/SP – 16h – Em frente à Prefeitura Municipal

Lages/SC – 10h – Estátua Correia Pinto

Lagoa Vermelha/RS – 15h – Igreja Matriz São Paulo

Lajeado/RS – 15h – Parque Prof. Theobaldo Dick

Limeira/SP – 9h30 – Praça Toledo Barros (Rua Doutor Trajano Barros de Camargo, 13480)

Linhares/ES – 16h – Atrás da TV Norte

Lins/SP – 9h30 – Praça Dom Bosco

Londrina/PR – 13h – Zerão

Londrina/PR – 15h – Em frente ao colégio Vicente Rijo (Av. JK com Av. Higienópolis)

Macaé/RJ – 16h – Paróquia Nossa Senhora da Glória, Cavaleiros

Macapá/AP – 16h – Praça da Bandeira

Maceió/AL – 9h30 – Corredor Vera Arruda

Manaus/AM – 14h – Posto 300 (Av. Djalma Batista)

Manaus/AM – 9h30 – Av. Eduardo Ribeiro, em Frente à Feirinha

Marabá/PA – 16h – Praça Duque de Caxias

Maringá/PR – 14h – Catedral

Mogi das Cruzes/SP – 9h30 – Praça Oswaldo Cruz

Mogi Guaçu/SP – 15h – Campo da Brahma

Monitividiu/GO – 14h – Praça das Mães

Montes Claros/MG – 14h – Em frente ao Shopping Center Popular

Mossoró/RN – 15h – Colégio Diocesano

Niterói/RJ – 9h30 – Praia de Icaraí, em frente à UFF

Novo Hamburgo/RS – 14h – Praça Punta del Este, em frente ao Shopping Bourbon

Novo Hamburgo/RS – 16h – Vale dos Sinos

Ouro Fino/MG – 9h – Em frente à prefeitura municipal

Palmas/TO – 16h – Palácio Araguaia, Praça dos Girassóis

Paragominas/PA – 16h – Praça Célio Miranda

Paraíba do Sul/RJ – 14h – Praça Garcia

Paraisópolis/MG – 14h – Praça do Centro

Paranaguá/PR – 10h – Em frente à Ferroviária

Paraopeba/MG – 14h – Praça da Matriz

Passo Fundo/RS – 14h – Praça da Mãe, Av. Brasil

Pato Branco/PR – 9h30 – Posto Tigrão em direção a Praça Pres. Getúlio Vargas

Patos de Minas/MG – 14h – Praça do Fórum, Centro

Pelotas/RS – 15h – Praça Cel. Pedro Osório

Peruíbe/SP – 14h – Praça da Matriz

Peruíbe/SP – 16h – Calçadão do Centro, em frente ao prédio Redondo

Petrolina/PE – 9h – Praça Maria Auxiliadora (Prefeitura)

Petrópolis/RJ – 16h – Praça D. Pedro II , Centro

Piracanjuba/GO – 14h – Praça do Relógio

Piracicaba/SP – 9h30 – Praça José Bonifácio

Piraju/SP – 14h – Praça Ataliba Leonel

Pitanga/PR – 9h – Praça da Pitanguinha

Poços de Caldas/MG – 10h – Praça Pedro Sanches

Poços de Caldas/MG – 15h – Praça Doutor Pedro Sanches

Ponta Grossa/PR – 9h – Praça entre as Rua Balduíno Taques e Av. Vicente Machado

Porto Alegre/RS – 9h30 – Redenção

Porto Seguro/BA – 9h30 – Trevo do Cabral

Porto Velho/RO – 14h – Praça das 3 Caixas D’Água, Centro

Pouso Alegre/MG – 9h – Em frente à Catedral Metropolitana

Resende/RJ – 16h – Av. Albino de Almenida, em frente Caixa Eco. Federal

Ribeirão Preto/SP – 10h – Praça Carlos Gomes

Rio Branco/AC – 14h – Palácio do Governo

Rio de Janeiro/RJ – 14h – Candelária

Rio do Sul/SC – 16h – Em frente ao antigo Ceola

Rio Grande/RS – 15h – Largo Dr. Pio

Rio Verde/GO – 11h – Praça Matriz

Rio Verde/GO – 14h – Praça Matriz

Rondonópolis/MT – 16h – Em frente ao Rondon Plaza Shopping

Salto/SP – 16h – Praça XV

Santa Cruz do Sul/RS – 16h – Praça da Bandeira

Santa Fé do Sul/RS – 9h30 – Praça da Matriz

Santa Fé do Sul/SP – 15h – Praça da Matriz

Santa Maria/RS – 14h – Praça Saldanha Marinho

Santarém/PA – 16h30 – Praça São Sebastião

Santo André/SP – 10h – Paço Municipal

Santo Antônio de Jesus/BA – 9h30 – Praça Dr. Renato Machado, Centro

Santos/SP – 14h – Trajeto: Praça do Surfista / Posto 2 14h, Avenida da Praia sentido Ana Costa (15h),  Ana Costa sentido Praça da Independência (16h), Praça da Independência (18h) 

São Bernardo do Campo/SP – 14h – Paço Municipal 

São Borja/RS – 14h – Parcão (Parque General Vargas)

São Caetano do Sul/SP – 15h – Câmara dos Vereadores

São João da Boa Vista/SP – 9h – Praça Coronel Joaquim José, Centro

São José do Rio Pardo/SP – 14h – Praça da Matriz

São José do Rio Preto/SP – 9h30 – Mercado Municipal

São José dos Campos/SP – 15h – Praça Afonso Pena

São José dos Pinhais/SP – 14h – Em frente à Catedral

São Leopoldo/RS – 15h – Em frente à Prefeitura

São Lourenço do Sul/RS – 14h – Prefeitura Municipal

São Sebastião/SP – 15h – Praça do Correto

Sertãozinho/SP – 9h – Praça 21 de Abril

Sorocaba/SP – 16h – Praça do Canhão

Taubaté/SP – 15h – Praça do Batalhão da PM (Av. Independência)

Teixeira de Freitas/BA – 9h – Supermercado Praia Grande

Teófilo Otoni/MG – 9h – Praça da Rádio Imigrantes

Timbó/SC – 9h30 – Parque Central de Timbó

Torres/RS – 9h30 – Praça XV de Novembro, Centro

Tubarão/SC – 16h – Prefeitura Municipal

Tupã/SP – 9h30 – Praça da Bandeira

Ubá/MG – 14h – Praça São Januário

União da Vitória/PR – 14h – Praça Cel. Amazonas

Umuarama/PR – 16h – Praça Miguel Rossafa

Uruguaiana/RS – 14h – Praça do Barão do Rio Branco

Viçosa/MG – 10h – 4 Pilastras

Vinhedo/SP – 15h – Portal

Vitória da Conquista/BA – 9h30 – Praça da Guadalajara (IEED)

Vitória/ES – 15h – Em frente à Ufes

Vitória/ES – 16h – Sede da Petrobras

Volta Redonda/RJ – 9h – Praça Brasil

Votuporanga/SP – 9h30 – Praça da Matriz, em frente à Concha Acústica

LISTA DE CIDADES NO EXTERIOR (horário local)
Bruxelas/Bélgica – 9h – Rue du Trône n 108 Bruxelles 1050

Lisboa/Portugal – 15h – Praça Luís de Camões

Londres/Inglaterra – 12h – Trafalgar Square

Miami/Flórida, Estados Unidos – 12h – TorchofFriendship – Bayside, Downtown Miami

New York/EUA – 11AM – Union Square – SW corner

Orlando/Flórida, Estados Unidos – 13h – 5403 Internacional Dr – Banco do Brasil

Santa Cruz de la Sierra/Santa Cruz, Bolívia – 15h – Plaza del Estudiante

São Francisco/Califórnia, Estados Unidos – 11h – 1 Market St, Just Herman Plaza

Sydney/Nova Gales do Sul, Austrália – 16h – Martin Place

MINHA CIDADE NÃO ESTÁ NA LISTA, E AGORA?
Se sua cidade não está na lista, entre em contato com o e-mail “[email protected]” informando Cidade, Nome do Responsável, Telefone de Contato, Local e Horário. Nós entraremos em contato com você.

Por Reinaldo Azevedo

Tags:
Fonte: veja.com.br

Nenhum comentário