CNA defende limite de gastos públicos e equilíbrio das contas do país

Publicado em 07/10/2016 16:06 e atualizado em 07/10/2016 16:37
57 exibições
Entidade é signatária do manifesto pela aprovação da PEC 241, publicado nesta sexta-feira (7) por confederações empresariais nos principais veículos de imprensa

Brasília (07/10/2016) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e mais oito confederações empresariais assinaram manifesto de apoio à Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 241, publicado nesta sexta-feira (07/10), nos principais veículos de imprensa do País. A proposta estabelece um teto à expansão das despesas, que, durante 20 anos, ficará limitada à inflação do ano anterior.

No manifesto, as confederações consideram que esse é um “passo imprescindível para a reestruturação do país”.Destacam ainda que a PEC 241 pode ser considerada “uma revolução fiscal em um país acostumado à gastança do dinheiro público” e afirmam esperar que a medida “represente o ponto de partida para o Brasil retomar os investimentos e a geração de empregos”.

Além da CNA, assinam o documento a Confederação Nacional da Indústria (CNI), Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), Confederação Nacional do Transporte (CNT), Confederação Nacional das Cooperativas (CNCOOP), Confederação Nacional da Comunicação Social (CNCS), Confederação Nacional das Instituições Financeiras (CNF), Confederação Nacional de Saúde (CNS), Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg).

Leia a íntegra do manifesto:

EM DEFESA DE LIMITE PARA OS GASTOS PÚBLICOS

O Brasil está entrando em uma fase decisiva para o nosso futuro. Depois da superação da crise política que paralisou o país por mais de um ano, é hora de concentrar todas as atenções nas reformas essenciais à retomada do crescimento econômico e à melhora nas condições de vida dos brasileiros.

O Congresso Nacional é chamado a apontar o rumo correto para o país superar seus problemas e retornar ao caminho do desenvolvimento. O primeiro grande desafio é aprovar o projeto que impõe limites aos gastos públicos. A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 241 estabelece um teto à expansão das despesas, que, durante 20 anos, ficará limitada à inflação do ano anterior.

O desajuste nas contas públicas desorganiza a economia, é combustível para a inflação, inibe os investimentos, causa a quebra generalizada de empresas e impede o crescimento. Esse descontrole é um dos grandes motivos do desemprego recorde no país, que atinge 12 milhões de pessoas. Não é por outra razão que o Brasil enfrenta a mais grave recessão de sua história.

As confederações empresariais vêm manifestar firme apoio à aprovação do teto para os gastos. A PEC 241 pode ser considerada uma revolução fiscal em um país acostumado à gastança do dinheiro público. Se a proposta tivesse sido adotada em 2006, os gastos da União hoje seriam de 10% do Produto Interno Bruto, exatamente a metade do que está previsto para 2016.

Nossa expectativa é de que a aprovação da PEC 241 represente o ponto de partida para o Brasil retomar os investimentos e a geração de empregos. Não podemos perder mais essa oportunidade. Com grandeza e espírito público, deputados e senadores saberão honrar a esperança que o povo brasileiro deposita no Congresso, dando esse passo imprescindível para a reestruturação do país.

Fonte: CNA

1 comentário

  • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

    Amigo Paulo Rensi, você pensa que o nosso site -- o Notícias Agrícolas - não forma opinião?!!! Felizmente você está enganado, ainda que timidamente estamos enquadrando essas lideranças de araque a tomar posição, ainda que lendo o manifesto ("CNA defende limite de gastos públicos e equilíbrio das contas do país") não nos ocorra nada mais que decepção. Uma cartinha no velho estilo, umas criticazinhas bem mequetrefes aos excessos e desmando de anos de poder, nenhum "mea culpa", nada de nada. Mas que fazer? Foram obrigados a redigir uma cartinha, obrigados por nossas opiniões, com medo de perder a teta, ainda que depois de tudo pronto, de todo trabalho feito por militantes que não recebem um centavo de ninguém para fazer isso e que levaram adiante até a vitória a PEC dos gastos públicos. Não se iludam, esses aí são ladrões de mérito. Vocês viram que não há ali nenhuma menção à politico, autoridade publica? Ninguém. Onde estavam essas pessoas enquanto o PT destroçava e roubava o País? No mesmo lugar onde estão hoje, sob liderança da Kátia Abreu, que começou a cair com nossa ajuda. Para finalizar, pedem grandeza de espirito aos mesmos mequetrefes que ajudaram a afundar o Brasil..., não, senhores, nenhum deles votará por grandeza de espirito e sim por medo de perder poder, de perder mandatos, de perder a teta. O povo brasileiro está aprendendo a se fazer respeitar.

    0
    • PAULO ROBERTO RENSIBANDEIRANTES - PR

      Sr. Rodrigo, veja o que disse o Ministro de Relações Exteriores, José Serra, sobre a indicação de António Guterres para o cargo de Secretário-geral da ONU: ..." Serra destacou a experiência de António Guterres na ONU e no governo de Portugal, por ter sido primeiro-ministro do país. "É como se fosse um brasileiro. Ficamos muito felizes. Ele entra preparadíssimo. Que eu tenha memória, sem diminuir outros, talvez é quem mais entre preparado, como se tivesse trabalhado muito tempo para vir a ser secretário". ... Não devemos nos esquecer que o idealizador do Programa Fome Zero do 1º governo Lula, José Graziano, preside a Organização das Nações Unidas Para a Agricultura e Alimentação (FAO) e, em Junho de 2015 condecorou o presidente Nicolas Maduro por (seu suposto) COMBATE A FOME NA VENEZUELA !!... Quanto a visão das lutas dos movimentos sociais (MST, quilombolas, etnias indígenas e eteceteras) fiquem espertos, pois temos um petista presidindo a FAO, que é ligado diretamente a AGRICULTURA ...VÃO CONTINUAR A COLHER NO QUINTAL DO VIZINHO !!!

      0
    • PAULO ROBERTO RENSIBANDEIRANTES - PR

      Continuação:... Veja o "solo" que estamos pisando !!!... O FORO DE SÃO PAULO está com tentáculos até na ONU... Em 2015 a Venezuela, penso, já vivia o caos e, "um presidente" da FAO vai ao país condecorar "um Maduro" pelo combate a fome no país... Sinceramente, será que estou errado na minha maneira de pensar ???

      0
    • PAULO ROBERTO RENSIBANDEIRANTES - PR

      He! He! (risos) ... Os comentários referem-se a mensagem acima desta, Sr. Rodrigo.

      0
    • RODRIGO POLO PIRESBALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC

      Sim Sr. Rensi, eles vivem de esconder a sujeira uns dos outros, de elogios uns aos outros, mentindo, mentindo e mentindo de novo. Eles se nomeiam a si mesmos e entre o movimento comunista a altos cargos e por isso uns falam dos outros que são "preparadíssimos". Assim como o nosso "preparado" ministro da agricultura, que apoiou Lula, apoiou Dilma e mesmo dentro do senado não viu a roubalheira, a bandalheira, dentro e fora do governo! Do José Serra não dá para dizer que é despreparado, mas que é um mentiroso comunista fabiano, isso ninguém pode negar.

      0
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      Realmente Serra e' inteligente e muito bom administrador, mas suas atitudes sao fascistas porque aumenta impostos sem do' e da muito enfase ao estado gigante,--Conclusao e' um nazista que precisa ser empurrado para o lixo---

      0