Dono da Caramuru Alimentos fecha delação e deverá esclarecer fraude de R$ 65 milhões

Publicado em 16/04/2018 08:11 e atualizado em 16/04/2018 18:14
1559 exibições

Alberto Borges de Souza, proprietário da Caramuru Alimentos S/A e Walter Souza Júnior, funcionário da empresa, réus pela "Operação Zaqueus", tornaram-se delatores premiados. É o que informa o juiz da Sétima Vara Criminal Marcos Faleiros da Silva nos autos da ação penal que julga o esquema de fraude que teria beneficiado a empresa Caramuru Alimentos em cerca de R$ 65 milhões por meio de pagamentos de propina.

Os autos correm em segredo da justiça, contudo veio  aos autos o chamado "incidente de colaboração premiada". "Neste ato, registre-se e autue-se o incidente de colaboração premiada por Walter Souza Junior e Alberto Borges de Souza como apenso da presente ação penal, ficando transferido para esses autos o respectivo Sigilo da origem, estando todos os presentes cientes do referido sigilo”, consta dos autos, conforme obtido pelo site Ponto na Curva.

A própria audiência desta ação penal acontece às 13h30 no dia 20, onde serão ouvidas as testemunhas arroladas pelas defesas. No dia 15 de maio, mesmo horário, serão ouvidos: Themystocles Ney de Azevedo de Figueiredo, Alberto Borges e Walter de Souza. A audiência prossegue no dia 21.

Leia a notícia na íntegra no site Olhar Direto.

Tags:
Fonte: Olhar Direto

Nenhum comentário