AveSui 2020: nosso compromisso com a biosseguridade e a segurança alimentar

Publicado em 24/03/2020 16:16
38 exibições

Ao longo de 20 anos, a AveSui se consolidou como o ponto de encontro daqueles que atuam na produção de aves e suínos. Como costumamos dizer por aqui: nos encontramos diariamente em nossos portais de notícias, mensalmente nas revistas e, anualmente, na AveSui, que hoje é a principal feira de aves e suínos da América Latina.

A editora Gessulli Agribusiness, que publica as revistas Avicultura Industrial e Suinocultura Industrial e organiza a AveSui, sabe muito bem a importância de garantir a saúde e o bem estar tanto dos animais de produção como daqueles que labutam nesse setor tão fundamental do agronegócio brasileiro.

Há mais de 110 anos, as páginas de nossas publicações contribuem para a erradicação de doenças na avicultura e na suinocultura. É parte dessa história o importante trabalho do médico e divulgador científico José Reis, que atuou fortemente no combate a moléstias em criações avícolas pelo país, o que possibilitou o avanço sanitário desse setor.

Como não poderia deixar de ser, estamos atentos ao que acontece no mundo. Nossos jornalistas e colaboradores no mundo científico abordam de maneira constante e precisa os fatos e desdobramentos da atual crise sanitária enfrentada pelos diferentes países e, agora, pelo Brasil.

É pensando nisso que decidimos, como medida de segurança de nossos expositores e milhares de visitantes que recebemos anualmente na AveSui, prorrogar a data do evento. No mesmo lugar, a Lar Centro de Eventos, em Medianeira, no Paraná, devemos nos encontrar entre 29 de setembro e 1º de outubro de 2020.

ONE HEALTH, OU UMA SÓ SAÚDE

O surgimento e a propagação do novo Coronavírus (Covid-19) trazem à tona os tênues limites entre a saúde humana e a saúde animal. Sempre estivemos alertas para isso, inclusive, com a realização de seminários técnicos sobre esse tema. Neste ano, levaremos novamente para o evento e, pela primeira vez no Paraná, o painel técnico científico “One Helth, ou Uma só saúde”. A iniciativa é gratuita e aberta a produtores, profissionais das indústrias e estudantes.

O painel será encabeçado pela Juliana Cristina Rego Ribas, Coordenadora de Produção da Agroceres PIC, mestre em Produção Animal pela Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT). Ela explica que o conceito defende que existe uma ligação muito estreita entre o ambiente, as doenças em animais e a saúde humana. “Assim, é muito importante discuti-lo, pois as interações entre humanos e animais acontecem de diferentes ambientes e de maneiras diversas”, disse.

AS MEDIDAS DE BIOSSEGURIDADE DA AVESUI

A organização da AveSui sempre adota medidas de biosseguridade. Esses trabalhos foram intensificados já na edição de 2019, com vistas à prevenção contra a Peste Suína Africana (PSA) e Influenza Aviária, que acometem outros países. Neste ano, não será diferente. A AveSui segue as mesmas orientações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), que regulamentam as boas práticas voltadas à prevenção e controle de doenças infecciosas, de modo a assegurar a biosseguridade no território nacional.

A organização da feira sempre orienta seus expositores e visitantes que não entrem com alimentos de origem suína no recinto do evento. Do mesmo modo, aqueles que acabaram de chegar ao país procurem lavar roupas, mochilas, bolsas e sapatos utilizados no país de origem. Também é importante higienizar celular, tablet, notebook e relógio com álcool gel ao retornar.

Em diversos espaços da feira, há sempre álcool em gel, fornecido pela organização. Além disso, tapetes pedilúvio são dispostos nas entradas do evento.

A AveSui não realiza exposição de animais. Da mesma forma, não promove ou estimula a visita a granjas de animais ou aos frigoríficos da região.

A IMPORTÂNCIA DA SEGURANÇA ALIMENTAR

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tereza Cristina, disse na quarta-feira, 18, que a agropecuária brasileira segue produzindo com êxito, neste momento de crise causado pela pandemia do coronavírus.

“O Brasil é um grande celeiro, produtor de alimentos, e não precisamos ter nenhuma expectativa negativa de que não teremos alimentos para nosso povo”, afirmou, referindo-se às mudanças na rotina dos brasileiros, impostas pela pandemia do Covid-19.

A perspectiva de especialistas no Brasil e no mundo é de que os registros de casos do novo Coronavírus comecem a recuar até o fim de maio.

Acreditamos que a nova data da AveSui vai permitir a realização dos necessários investimentos das cadeias produtivas. O setor de proteína animal, para o qual se volta a AveSui, é fonte de renda para milhões de brasileiros e garante ainda a segurança alimentar de pessoas em todo o mundo.

Estamos à disposição de nossos expositores, congressistas e visitantes para sanar quaisquer dúvidas acerca do evento. O contato pode ser feito pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone (Whatsapp) +55 11 93292-1843.

Tags:
Fonte:
AveSui

0 comentário