Publicidade
HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Embrapa e IDR-Paraná iniciam parceria para treinamento e validação de cultivares

Publicado em 02/07/2021 16:50 e atualizado em 02/07/2021 17:21 141 exibições

Cultivo orgânico e cultivo protegido estão entre os temas definidos no programa de treinamento on-line de 250 extensionistas, organizado a partir da parceria para cooperação técnica entre a Embrapa Hortaliças e o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-Paraná).

Com encontros mensais, iniciados no último mês de junho, a capacitação seriada irá abordar várias frentes do cultivo de hortaliças, como princípios da produção orgânica, manejo integrado de pragas e doenças, manejo agroecológico do solo, adubação orgânica e cultivo protegido.

“As linhas de pesquisa do instituto são mais direcionadas para grãos, frutas, café e erva mate. Contudo, há uma forte atuação de nossa equipe de extensionistas na área de olericultura, em praticamente todos os municípios do Estado”, comenta o agrônomo André Miguel, coordenador estadual do Programa Agroecologia no IDR-Paraná, para quem o conhecimento dos pesquisadores da Embrapa, em um programa de capacitação estruturada, pode auxiliar bastante no desenvolvimento da produção regional de hortaliças.

A validação de cultivares de hortaliças desenvolvidas nos programas de melhoramento genético da Embrapa engloba outro pilar da parceria entre as instituições, principalmente as cultivares de tomate, alface e berinjela. “A validação externa é fundamental para que possamos avançar com nossos ativos na escala de maturidade técnica da tecnologia e, assim, compreender como se dá o desempenho das cultivares em diferentes sistemas de produção, como o orgânico, e em outras condições de clima e solo”, observa a agrônoma Débora Albernaz, analista de Transferência de Tecnologia da Embrapa Hortaliças.

Publicidade

Em um primeiro momento, as unidades de validação de cultivares serão implantadas em uma estação experimental de produção orgânica do IDR-Paraná, localizada na região metropolitana de Curitiba, mas há possibilidade de expandir os testes para outros municípios e regiões do Estado. A previsão é que os testes de adaptação e desempenho agronômico sejam iniciados entre o final de agosto e início de setembro para evitar o período de inverno mais rigoroso e, por ora, as áreas de plantio estão sendo preparadas com plantas de cobertura para adubação verde.

De acordo com o agrônomo Ítalo Ludke, da Embrapa Hortaliças, a validação de cultivares permite não somente uma recomendação mais precisa de plantio para as regiões do Paraná, como contribui para o monitoramento e a avaliação de impacto dessas tecnologias que, posteriormente, fornecem subsídios para a continuidade das pesquisas agronômicas de ambas as instituições.

“Esperamos que essa parceria seja o início de uma atuação mais integrada entre as duas instituições, inclusive para o desenvolvimento de tecnologias cada vez mais adaptadas para o Estado do Paraná, não somente no que se refere a cultivares, mas também a recomendações de manejo e sistemas de cultivo”, encerra Miguel.

 

Tags:
Fonte:
Embrapa

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário