Análise de Mercado - 12/02/10

Publicado em 12/02/2010 08:23 781 exibições

Suíno vivo<?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

(12.02) O mercado de suínos segue com os preços estáveis na segunda semana de fevereiro.  A demanda tende a aquecer após o período de carnaval e de quaresma. No Rio Grande do Sul o quilo do suíno vivo está sendo praticado entre R$ 2,10 e R$ 2,15, valores estáveis comparados aos preços praticados na semana anterior. Segundo a Associação de Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul (ACSURS), a expectativa é de manutenção dos preços e ainda não se espera nenhuma reação para as próximas semanas.
Em Santa Catarina, o valor recebido pelo produtor independente segue inalterado e bastante firme, segundo a Associação Catarinense de Criadores Suínos (ACCS). O preço fechou em R$ 2,15 o quilo do suíno vivo nesta semana. Já em Minas Gerais, houve um aumento de R$ 0,10 se comparado a semana anterior, que fechou com cotação de R$ 2,40 o quilo do suíno vivo. Para a Associação dos Suinocultores do Estado de Minas Gerais (Asemg) as próximas semanas são de estabilidade no mercado, já que a oferta está ajustada com a demanda e não há previsão de mudanças.
No Ceará o mercado está com preços fixados em R$ 3,20 o quilo do suíno vivo. Como nos outros estados, a região aguarda o mês de março para mudanças no mercado, por conta do período do carnaval e também da quaresma. Segundo a Associação dos Suinocultores do Ceará (Asce), o custo da produção nos últimos meses tem refletido no valor final dos animais, neste mês o valor de custo fechou na faixa de R$ 3,05, o que gera grande redução na margem de lucro dos suinocultores.
Em São Paulo, o preço segue inalterado nessa semana, o suíno vivo esta vendido a 46,00 a arroba, o equivalente a R$ 2,45 o quilo, segundo informações da Associação Paulista dos Criadores de Suínos (APCS). Para os frigoríficos do estado a demanda está um pouco maior que a oferta e o suíno sendo abatido muito leve. Segundo José Ovídio, proprietário do frigorífico CowPig, o mercado está aj ustado nessas semanas, mas a tendência de melhora será somente para o próximo mês, após o período do feriado em que o consumo de carne é reduzido. (Suinocultura Industrial)

 Suíno vivo

 GO

R$2,60 

 MG

R$2,60 

 SP

R$2,45 

 RS

R$2,32 

 SC

R$2,15 

 PR

R$2,20 

 MS

R$2,15 

 MT

R$1,95 

Frango vivo

(12.02) - Considerado o período janeiro-novembro de 2009 e comparativamente ao mesmo período do ano anterior, a avicultura de corte brasileira teve um recuo de 3,32% no valor da produção, enquanto na avicultura de postura o recuo chegou a 3,57%. As perdas enfrentadas pelos dois setores só são inferiores às da pecuária de corte, que teve queda de 4,96%.
Essas informações integram trabalho realizado pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (CEPEA), da ESALQ/USP, que estima o Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio brasileiro.
O recuo observado com o frango é devido, essencialmente, ao volume produzido, que sofreu queda de 3,09%. Assim, a queda de 0,24% nos preços recebidos teve influência menor na determinação do valor da produção.
Com o ovo deu-se o inverso. A queda na quantidade produzida foi mínima, -0,29%. Já os preços recebidos retrocederam 3,29%, fazendo com que o valor da produção caísse mais de 3,5%.(Avisite)

 Frango vivo

 SP

R$1,65 

 CE

R$2,80 

 MG

R$1,70 

 GO

R$1,65 

 MS

R$1,40 

 PR

R$1,60 

 SC

R$1,50 

 RS

R$1,49 

Ovos

(12.02) - O mercado inicia o feriado prolongado do Carnaval sem estoques e com os preços firmes.
E tudo indica que o cenário não se modificará durante o Carnaval.
De positivo ainda para os produtores temos pela frente, dentro de alguns dias, o início da Quaresma.
Esperamos que o produtor não atrapalhe esta recuperação que vem ocorrendo no mercado de ovos. (Com Informações do Mercado do Ovo)

 Ovos brancos

 SP

R$41,90 

 RJ

R$43,00 

 MG

R$43,00 

 Ovos vermelhos

 MG

R$45,00 

 RJ

R$45,00 

 SP

R$43,90 

Boi gordo

(12.02) - A arroba do Boi Gordo no Estado de São Paulo, segundo informa o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) encerrou a quinta-feira cotada a R$ 76,54, com a variação em relação ao dia anterior de -0,17%.  A variação registrada no mês de Fevereiro é de 0,22%. (Valor por arroba, descontado o Prazo de Pagamento pela taxa CDI/CETIP).
O valor da arroba em dólar fechou ontem cotado a US$ 41,4, com a variação em relação ao dia anterior de -0,17% e com a variação de 2,2% no acumulado do mês na moeda norte-americana.
Média ponderada de arroba do boi gordo no Estado de São Paulo - base de ponderação é a mesma usada para o Indicador Esalq/BM&F.
Valores a prazo são convertidos para à vista pela taxa NPR.
A referência para contratos futuros da BM&F é o Indicador Esalq/BM&F.

(Jornalismo Integrado - Assessoria de Comunicação)

 Boi gordo

 Triangulo MG

R$70,00 

 Goiânia GO

R$72,50 

 Dourados MS

R$71,00 

 C. Grande MS

R$70,00 

 Três Lagoas MS

R$71,00 

 Cuiabá MT

R$70,00 

 Marabá PA

R$71,00 

 Belo Horiz. MG

R$74,00 

Soja

(12.02) - A saca de 60 kg de soja no estado do Paraná, segundo informa o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) encerrou a quinta-feira cotada a R$ 35,59. O mercado apresentou uma variação de 0,2% em relação ao dia anterior. O mês de Fevereiro apresenta uma variação de -3,55%.
O valor da saca em dólar fechou ontem cotado a US$ 19,25, com a variação em relação ao dia anterior de 0,21%, e com a variação de -1,64% no acumulado do mês.


(Jornalismo Integrado - Assessoria de Comunicação)

 Soja
 Físico - saca 60Kg - livre ao produtor

 R. Grande do Sul (média estadual)

R$39,00 

 Goiás - GO (média estadual)

R$32,50 

 Mato Grosso (média estadual)

R$30,00 

 Paraná (média estadual)

R$35,59 

 São Paulo (média estadual)

R$38,50 

 Santa Catarina (média estadual)

R$37,00 

 M. Grosso do Sul (média estadual)

R$31,50 

 Minas Gerais (média estadual)

R$34,00 

Milho

(12.02) - A saca de 60 kg de milho no estado de São Paulo, segundo informa o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) encerrou a quinta-feira cotada a R$ 18,12 a saca. O mercado apresentou uma variação de 0,37% em relação ao dia anterior e de -5,15% no acumulado do mês de Fevereiro.
O valor da saca em dólar fechou ontem em US$ 9,8, com uma variação de 0,37% em relação ao dia anterior, e com a variação de -3,31% no acumulado do mês.
O Indicador Esalq/BM&F à vista, que tem como base Campinas-SP, distingue-se da média regional de Campinas porque utiliza o CDI como taxa de desconto dos valores a prazo. No mercado físico (média regional Campinas), porém, a taxa mais usual é a NPR. Já os valores a prazo são iguais.
 
(Jornalismo Integrado - Assessoria de Comunicação)

 Milho
 Físico - saca 60Kg - livre ao produtor

 Goiás (média estadual)

R$15,00 

 Minas Gerais (média estadual)

R$16,00 

 Mato Grosso (média estadual)

R$11,00 

 M. Grosso Sul (média estadual)

R$14,50 

 Paraná (média estadual)

R$17,00 

 São Paulo (média estadual)

R$18,12 

 Rio G. do Sul (média estadual)

R$17,00 

 Santa Catarina (média estadual)

R$19,00 

Tags:
Fonte:
Uniquímica

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário