Previsão de abril para Valor Bruto da Produção é 1,14% de aumento

Publicado em 10/05/2010 17:02 213 exibições
A estimativa de abril do Valor Bruto da Produção Agrícola Brasileira (VBP), em 2010, é de R$ 160,12 bilhões. Levando em conta o desconto da inflação, a variação real em relação ao ano passado é de 1,14%. Esse aumento está pouco abaixo do que havia sido previsto no mês passado, de 2,32%.
Os preços recebidos pelos produtores estão em média mais baixos este ano do que em 2009. Os de soja estão 11,8% mais baixos e os do milho, inferiores em 11,7%. O coordenador de Planejamento Estratégico do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), José Garcia Gasques, explica que a redução de preços em produtos de peso no faturamento bruto da agricultura - como milho e soja - reflete no valor da produção.
“Estes dois produtos representam 37,9% do valor da produção agrícola estimada em abril para o País e isso, sem dúvida, tem impactos fortes no valor estimado para este ano”, comenta. Para a soja, o decréscimo de preços não implicou em queda do valor da produção, pois o aumento da produção esperada vem compensando a redução de preços em 2010. 
O grupo que vem apresentando redução de valor da produção em 2010 é composto pelos seguintes produtos: amendoim, 24,5%; arroz, 16,4%; feijão, 22,5%; fumo, 10,2%; milho, 8,2%; tomate, 19,9%; uva, 29,4%. Em contrapartida, 11 produtos apresentam elevação no valor da produção em 2010. Os maiores aumentos devem ocorrer em cebola, 130,9%; trigo, 37,6%; café, 15,9 % e cana de açúcar, 7,4 %. “Esses itens combinam maiores preços e quantidades produzidas na expansão do valor da produção em 2010”, ressalta.
Aumento no Sul - Os valores da produção regional mostram que a região Sul deve ter, este ano, o maior aumento de valor em relação a 2009: 12,5 %. Paraná e Santa Catarina são os responsáveis por essa expansão, com aumentos no valor da produção de 23,7%, no Paraná, e de 35,2 %, em Santa Catarina. As regiões, Norte e Centro-Oeste devem registrar redução no valor da produção.
Tags:
Fonte:
MAPA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário