Nova York: Commodities recuam frente ao ajuste econômico chinês

Publicado em 12/11/2010 15:35 e atualizado em 12/11/2010 16:10
547 exibições
As commodities negociadas na Bolsa de Nova York (Ice Futures) também sentem a pressão do ajuste econômico na China nesta sexta-feira. Os preços do algodão, do açúcar, do café e do suco de laranja trabalham pressionados diante da valorização do dólar e sentem o reflexo do anúncio do aumento da taxa de juros na nação asiática como medida de contenção da inflação.

O suco de laranja também sente o peso do clima favorável nos Estados Unidos, o que exclui a princípio ameação climáticas à safra da Flórida. O único vencimento que opera em alta é o novembro de 2010.

Para o algodão, o ajuste na economia chinesa também pressiona de forma diferenciada já que a nação asiática é o maios importador do produto. O mercado do açúcar recua frente ao superávit de 3,5 milhões de toneladas divulgados pela Índia nesta quinta-feira. O café e o cacau seguem as tendências das demais commodities e também operam em baixa.
Tags:
Por: Marília Pozzer
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário