Mais Alimentos possibilita terra irrigada o ano todo para agricultor gaúcho

Publicado em 17/03/2011 08:56 399 exibições
A família Levandowski, do município gaúcho de Doutor Maurício Cardoso, acerca de 150 quilômetros de Horizontina (RS), sempre dependeu das condições climáticas, principalmente das chuvas, para irrigar suas plantações de soja, milho e trigo. Agora, esta realidade vai mudar com a aquisição de um pivô de irrigação, adquirido por meio do Programa Mais Alimentos, linha de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) criada em 2008 pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) para financiar a modernização da infraestrutura das propriedades familiares.

O equipamento, avaliado em R$ 100,4 mil, adquirido pelo agricultor familiar Jorge Levandowski, 48 anos, será pago em dez anos, com juros de 2% ao ano. “O crédito é barato e fácil de pagar”, destaca Levandowski, que aponta como principal conquista o fato de não depender mais das condições climáticas para produzir. “O que se plantar vai ser colhido”.

Levandowski, sua mulher Magdalena e o filho André vivem em uma propriedade de aproximadamente 44 hectares na área rural de Doutor Maurício Cardoso. Destes, 24 fazem parte da área de plantio que agora será irrigada com o equipamento adquirido. A família colhe, em média, 40 sacos de soja por hectare, 100 sacos de milho e 35 sacos de trigo. Com a implantação do sistema de irrigação, O agricultor prevê que passará a colher até 60 sacos de soja por hectare.

Mais Alimentos
O Mais Alimentos financia a compra de máquinas e equipamentos agrícolas, silos, câmaras frigoríficas e demais equipamentos para armazenagem, veículos de transporte de carga, além de financiar projetos de correção de solos, irrigação, melhoramento genético, entre outros. O Programa contempla projetos individuais de até R$ 130 mil e coletivos de até R$ 500 mil. Os juros são de 2% ao ano, com até dez anos para pagar e carência de até três anos.

O MDA está presente na 14ª edição da Expodireto Cotrijal, que prossegue até esta sexta-feira (18), na cidade de Não-Me-Toque (RS). A ação conta com apoio do Sindicato das Indústrias de Máquinas e Implementos Agrícolas no Rio Grande do Sul (Simers) e da Cotrijal.

Na quinta-feira (17) será realizado um encontro com representantes do Simers, da Anfavea e da Abimaq para discutir o Mais Alimentos África, compromisso do Diálogo Brasil - África sobre Segurança Alimentar, Combate à Fome e Desenvolvimento Rural que levará o Programa para países africanos. Gana e Zimbábue já assinaram acordos com o MDA para importar máquinas e implementos agrícolas brasileiros.

Tags:
Fonte:
Ministério do Des. Agrário

0 comentário