Ovinocultura: Brasileiros tentam ocupar espaço de uruguaios

Publicado em 05/07/2011 08:33 149 exibições
Os criadores de ovinos do Brasil estão animados com a notícia de que o Uruguai – maior exportador dessa carne para o mercado brasileiro – está direcionando parte de sua produção para os Estados Unidos e o Canadá. Os planos uruguaios estariam sustentando as cotações alcançadas em São Paulo, de até R$ 5,00 por quilo de carneiro vivo ou R$ 10,00 por quilo de carcaça. Esses preços são referenciais para o Paraná. Conforme os especialistas, a cotação paulista tende a se manter alta porque o rebanho estimado em 16 mi­­lhões de cabeças não cobre a demanda interna e porque a cadeia produtiva segue desorganizada, ou seja, não atende aos padrões de exigência impostos pelas grandes redes de distribuição. Segundo a Associação Brasileira de Criadores de Ovinos (Arco), o Brasil está a ca­­minho de alcançar a autosuficiência, mas poderia dobrar o rebanho.
Tags:
Fonte:
Gazeta do Povo

0 comentário