Começa o vazio sanitário do algodão em Goiás

Publicado em 01/10/2014 08:13 266 exibições

Começa nesta terça-feira,  dia 30, o vazio sanitário do algodão em Goiás (exceto nos municípios de Britânia, Jussara, Matrinchã, Montes Claros de Goiás, Santa Fé de Goiás e São Miguel do Araguaia). A partir desta data é proibido o cultivo de algodão, sendo obrigatória a ausência total de plantas vivas cultivadas ou voluntárias (que germinam espontaneamente). A medida é de prevenção às pragas. Caso seja identificada a semeadura de algodão nesse intervalo de tempo a Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa) determinará a destruição da lavoura, além de outras penalidades cabíveis, como multa. Goiás produz hoje cerca de 170 mil toneladas de pluma por safra, em 52 mil hectares. É a terceira maior produção do País, ficando atrás somente de Mato Grosso e Bahia. Há 23 produtores no Estado. Como o custo da produção por hectare (aproximadamente o tamanho de um campo de futebol) é muito alto (em média R$ 6,7 mil), o controle de pragas é primordial para a continuidade da lavoura.

Leia a íntegra na Rádio Rio Vermelho

Tags:
Fonte:
Rádio Rio Vermelho

0 comentário