Algodão: Cotação interna segue firme, mas exportação remunera mais

Publicado em 14/01/2015 14:35 50 exibições

As cotações de algodão estão firmes desde a primeira semana de 2015, mas, muitas empresas já anteciparam a compra de boa parte da matéria-prima que necessitam, devendo exercer, daqui para frente, menos pressão de demanda que nos anos anteriores. De acordo com informações do Cepea, a boa notícia para vendedores é que a exportação continua remunerando mais que as vendas internas. Dezembro foi o oitavo mês consecutivo de vantagem. Segundo dados da Secex, o vendedor recebeu US$ 0,7545/lp ou R$ 1,9932/lp no mês, ao passo que a média do Indicador ESALQ/BM&F para pagamento em oito dias foi de US$ 0,6277 ou R$ 1,6576. Na média de 2014, o Indicador à vista foi de US$ 0,8035/lp, e a exportação, de US$ 0,8219/lp.

Cotonicultores, por sua vez, estão retraídos, com expectativa de vendas a preços maiores, principalmente para os lotes de boa qualidade. Além disso, neste momento, muitos estão voltados para a colheita de soja e/ou semeio do algodão. Entre 6 e 13 de janeiro, o Indicador CEPEA/ESALQ com pagamento 8 dias, referente à pluma 41-4, posto em São Paulo, registrou alta de 1%, fechando a R$ 1,6833/lp no dia 13. 

Tags:
Fonte:
Cepea

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário