Algodão: Competição acirrada entre agentes pressiona Indicador

Publicado em 28/08/2019 10:19
103 exibições

À medida que o beneficiamento e as entregas de contratos a termo avançam, alguns lotes de algodão em pluma de melhor qualidade são disponibilizados no spot nacional. Ainda assim, indústrias ofertam valores inferiores aos pedidos por vendedores, limitando os fechamentos. Parte das empresas recebe a pluma já contratada, reduzindo a necessidade de abastecimento no spot. Apenas comerciantes mostram maior necessidade de compra de pluma para atender a programações. Em meio à “queda de braço”, entre 20 e 27 de agosto, o Indicador do algodão em pluma CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8 dias, caiu 0,6%, fechando a R$ 2,4524/lp nessa terça-feira, 27. Na parcial de agosto (até o dia 27), o Indicador acumula queda, de 2,1%. Tradings, por sua vez, estão pouco ativas, voltadas aos contratos realizados anteriormente. De acordo com pesquisadores do Cepea, o afastamento desses agentes do mercado se deve à queda dos preços externos, que foi verificada mesmo com o dólar se valorizando frente ao Real na parcial do mês. 

Tags:
Fonte: Cepea

0 comentário