Cotonicultura sofre a maior retração

Publicado em 10/12/2008 17:08 838 exibições
A redução na produção mato-grossense é puxada pelo algodão, que segundo o levantamento da Conab, a estimativa é que o volume produzido seja 30% inferior ao da safra 07/08, quando foram colhidos 2,129 milhões de toneladas e este ano deve baixar para 1,490 milhão (t). A área terá queda na mesma proporção (30%), totalizando 379,2 mil hectares ante os 541,8 mil (ha) cultivados na safra 07/08.

O superintendente do Imea, Seneri Paludo, diz que a cotonicultura é a produção mais afetada pela dificuldade de acesso ao crédito e associado ao aumento nos custos, os produtores desistiram de investir no algodão este ano. Outra cultura que sofreu impacto negativo, que na avaliação do economista fica na segunda posição dos mais prejudicados é o milho. Os números da Conab mostram uma queda de 2,8% na área, reduzindo de 1,834 milhão (ha) na safra passada para 1,784 (ha) na atual. Em decorrência disso, a estimativa é que a produção seja 12,9% menor. Este ano projeta-se 6,803 milhões de toneladas ante as 7,806 milhões (t) da safra 2007/2008.

A única cultura com percentual positivo em relação ao ano passado é a do arroz. A companhia aponta para um incremento de 1,4% na área, passando de 239,8 mil (ha) no plantio 07/08 para 243,1 mil (ha) no ciclo 08/09, o que acarretará em uma produção 5,7% maior em relação ao ano passado, evoluindo de 683,4 mil toneladas para 722,5 (t). A alta é motivada pela valorização de 10,5% na saca com 60 kg, que passou de R$ 38 em dezembro do ano passado para R$ 42 no mesmo mês deste ano, o que tem estimulado a produção no Estado.


Fonte: Circuito Mato Grosso
Tags:
Fonte:
Circuito Mato Grosso

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário