Algodão volta a subir e trabalhar no limite de alta na Bolsa de NY nesta quinta-feira

Publicado em 19/11/2010 06:33 415 exibições
Especulações de que o clima adverso na China poderá reduzir a produção de algodão no país asiático fez com que as cotações da commodity batessem limite de alta na quinta-feira na bolsa de Nova York. Os papéis para março encerraram o dia valendo 129,15 centavos de dólar por libra-peso, valorização de 500 pontos. De acordo com informações da Bloomberg, a produção chinesa pode cair para 6,36 milhões de toneladas, queda de 5,5% em relação a um ano antes, segundo o órgão de pesquisa estatal. Na semana encerrada em 11 de novembro, a nação asiática comprou 43% da pluma exportada pelos EUA, segundo o USDA. O apetite chinês foi o grande responsável pela alta de 71% do algodão em Nova York. No mercado interno, o indicador Cepea/Esalq para a libra-peso do algodão em pluma caiu 0,31%, para R$ 2,8477.
Tags:
Fonte:
Valor Econômico

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário