Consumo de biodiesel deve chegar a 12,7 bilhões de litros

Publicado em 10/08/2010 14:25 1451 exibições
O consumo de diesel para o quarto trimestre deste ano deve crescer em média a 12,7 bilhões de litros levando em consideração o chamado B5 (5% de adição do biodiesel ao diesel). No primeiro trimestre, foram vendidos 11,1 bilhões de litros, enquanto no segundo, 12,1 bilhões de litros. Os cálculos são de Miguel Biegai, analista da Safras & Mercado, com base em dados da Agência Nacional de Petróleo (ANP).

Para Biegai, a demanda por óleo diesel cresce nos últimos três meses do ano, uma vez que, historicamente, a economia está aquecida. O especialista atribui esse fato ao aumento das vendas em datas comemorativas e o bônus salarial. O Ministério de Minas e Energia (MME) divulgou que haverá, no fim de agosto, o 19º Leilão de Biodiesel.

"Nos últimos três meses do ano, inicia-se o processo de férias de verão, o 13° salário e o Natal.São fatores determinantes para que o consumidor possa comprar mais. Assim, aumenta o fluxo de caminhões (a diesel) para atender à demanda de fim de ano. Isso torna o consumo por diesel maior", afirma Biegai.

As diretrizes específicas para a realização do 19º Leilão de Biodiesel foram divulgadas no Diário Oficial da União da última sexta-feira. A Portaria nº 688 informa que o certame será organizado pela ANP. Para o leilão do quarto trimestre deste ano, está previsto a aquisição de 615 milhões de litros para suprimento da mistura B5. As empresas detentoras do Selo Combustível Social, que têm participação de agricultores familiares no fornecimento da matéria-prima, terão 492 milhões de litros, equivalente a 80% do volume total. O restante será aberto para qualquer produtor de biodiesel. O MME informou, baseado nos preços do último certame, que a movimentação financeira no 19º Leilão poderá superar R$ 1,2 bilhão.

"As indústrias fazem lobby para que haja mais aumento de biodiesel ao óleo. Fala-se na adição de 10% para 2013", afirma Biegai. A meta inicial era tornar o percentual de 5% obrigatório em 2013, no entanto, em função do desempenho positivo do biocombustível, houve antecipação para 2010. O governo determinou, a partir de 2008, a mistura de biodiesel puro ao óleo diesel. Entre janeiro e junho do mesmo ano, a mistura de biodiesel puro ao óleo diesel foi de 2%. Houve aumento em julho de 2008 a junho do ano passado para 3%; enquanto, entre julho e dezembro de 2009, o acréscimo foi de 4%.

Os certames do primeiro e segundo trimestres de 2010 comercializaram 575 milhões de litros e 565 milhões de litros, respectivamente. O leilão do terceiro trimestre teve vendas de 600 milhões de litros. "Este último leilão (19º) será o de maior oferta. Acredito, que a ANP estima um consumo grande por diesel para o quarto trimestre", disse Biegai.

Rafael Ribeiro de Lima Filho, analista da Scot Consultoria, disse que cerca de 85% do biodiesel é extraído do óleo de soja. "Se aumentar a adição de biodiesel ao óleo, certamente haverá maior demanda pelo o esmagamento da soja", explicou. Biegai completou e disse que também se extrai biodiesel do sebo bovino e de óleos de algodão e, em menor quantidade, de canola e girassol.

Segundo a Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), a produção de óleo de soja será de 6,45 milhões de toneladas, enquanto o consumo interno será de aproximadamente 5 milhões de toneladas, na safra 2010/2011. "Produzir biocombustível é caro. O que é produzido é consumido apenas no mercado interno. O objetivo do setor é produzir a um custo menor que o diesel nos próximos anos", falou Biegai. E completou: "Os principais produtores de biodiesel são: Estados Unidos, Alemanha, Argentina, Malásia e Brasil. Os argentinos são um dos poucos que exportam porque lá eles já contam com política de incentivo do governo".

O consumo de diesel no quarto trimestre deste ano deve crescer em média a 12,7 bilhões de litros, levando em consideração o chamado B5 (5% de adição do biodiesel ao diesel). No primeiro trimestre, foram vendidos 11,1 bilhões de litros, enquanto no segundo, 12,1 bilhões de litros. Os cálculos são de Miguel Biegai, analista da Safras & Mercado, com base em dados da Agência Nacional de Petróleo (ANP). Para Biegai, a demanda pelo produto cresce nos últimos três meses do ano porque a economia estará aquecida.

Fonte:
DCI

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

1 comentário

  • Telmo Heinen Formosa - GO

    A redação da noticia embora um pouco confusa estava indo bem até o ultimo parágrafo quando a verdade sobressaiu-se! Numeros são uma "Má Temática" para os jornalistas.... Depois do ultimo paragrafo foi a vez de fazer o título do texto e aí.... aí... o(a) repórter dançou. O entrevistado, diga-se um bom entendedor do assunto, havia dito que o consumo de "óleo diesel" (Mistura de derivado de petróleo + biodiesel) poderia atingir somente no 4º trimestre do ano, 12,7 bilhões de litros. Na Manchete cita que ... será de BIODIESEL. Eu mantenho a minha tese, o limite da produção de biodiesel no Brasil se situa entre a quantidade máxima de óleo "exportável" e a quantidade minima de óleo diesel que chegamos a importar. A partir daí o suprimento de óleo vegetal terá que vir a partir de culturas perenes.

    0