Recriadores viram custos subir mais do que preços da arroba

Publicado em 05/01/2017 07:09
171 exibições

Em um sistema de recria e engorda, considerando que o animal de reposição entrou na fazenda em 2015 e foi terminado em algum mês de 2016, os custos de produção, a partir de maio de 2015, variaram sempre acima da variação de preços da arroba do boi gordo. 

Separando os produtos que compõem o Índice de Custo da Scot Consultoria, os alimentos, suplementos minerais e concentrados, foram uma das categorias que lideraram as altas do período apresentado na figura 1, com valorização de 22,3%. Em geral, estes produtos que possuem a maior participação dentro de uma fazenda, depois da aquisição de animais.

Entre 30,0% e 40,0% dos custos de um sistema de recria e engorda a pasto, que faz suplementação o ano todo, são provenientes da alimentação do rebanho.

É importante lembrar que essa variação do custo acima do preço da arroba não indica, necessariamente, prejuízo. Mas, para conseguir bons resultados, principalmente comparado a anos anteriores, fica clara a necessidade do ganho em escala.

 

Fonte: Scot Consultoria

0 comentário