Paraguai é o novo império da pecuária, destaca edição espanhola do El País

Publicado em 18/01/2017 09:55
2034 exibições

Na última década, o Paraguai se converteu no sexto maior exportador de carne bovina no mundo, superando países de referência na região como Argentina e Uruguai, embora ainda não tenha superado o Brasil, que é o primeiro maior exportador.

Além do Brasil, o Paraguai também compete por mercados internacionais com potências pecuárias como Austrália, Índia, Estados Unidos e Nova Zelândia, como aponta a edição espanhola do jornal El País, que definiu o país sul-americano como "o novo império da pecuária".

O presidente da Câmara Paraguaia da Carne, Korni Pauls, celebrou o fim de ano com muitos êxitos ao longo de 2016 para os frigoríficos. Após um surto de febre aftosa em 2008 - que deixou incerteza para os produtores e prejudicou muitas relações comerciais internacionais - o setor está crescendo outra vez.

O Paraguai possui 14,2 milhões de cabeças de gado, mais que o dobro dos habitantes do país. O investimento dos grandes produtores nos últimos 30 anos para melhorar a genética de raças muito adaptáveis converteu o país em atrativo para outros destinos que desejam repor ou melhorar seu gado.

Com isso, o Paraguai também colocou seu gado bovino para "voar". Quase 2000 cabeças de gado foram enviadar para o Equador por meio de aviões. O Equador está se iniciando no mercado exportador após se declarar livre de febre aftosa em 2015.

Nunca antes havia sido feito um transporte aéreo desse volume: 50 bois e 1.906 vacas, cerca de 680 toneladas para ajudar a renovar a genética bovina do país.

O país também realiza um trabalho bastante firme na abertura de novos mercados, o que o coloca no radar internacional. A confiança em sua qualidade sanitária é o que leva o Paraguai a buscar cada vez mais parceiros, como aponta Hugo Idoyaga, presidente do Serviço Nacional de Qualidade e Saúde Animal (Senacsa) do país.

Tradução: Izadora Pimenta

Fonte: Diário 5días

1 comentário

  • Eduardo Ferraz Pacheco de Castro Cuiabá - MT

    Não seria a Índia, o maior exportador de carne bovina do mundo? (Matéria da Revista Veja - Ano 2016

    http://veja.abril.com.br/blog/duvidas-universais/se-a-vaca-e-sagrada-na-india-como-os-indianos-exportam-sua-carne/); Na matéria do BEEFPOINT, o país já "escorregou" pro 3º lugar, atrás de Índia e Austrália respectivamente... Portanto (1º Índia, 2º Austrália, 3º Brasil, 4º EUA e 5º Nova Zelândia. (http://www.beefpoint.com.br/cadeia-produtiva/giro-do-boi/confira-artigo-especial-sobre-exportacoes-de-carne-bovina-da-india/)

    1
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      Sr. Eduardo, quando leio uma noticia dessas fico pensando em como a bancada ruralista aceitou um código florestal como o nosso. Acabei de receber um aviso do ativista conservador Eder Borges que uma das propostas do próximo congresso do PT é uma "limitação ao tamanho da propriedades rurais". Se não reagirmos logo corremos o risco de nos tornarmos a próxima Venezuela latino americana.

      3
    • carlo meloni sao paulo - SP

      Fatta la legge fatto l´inganno----Os comunas continuam os mesmos, desprezam o conceito de produtividade e eficiência----

      1