Cooperfrigu, do Tocantins está reabilitado a exportar carne bovina para a Rússia, informa Abrafrigo

Publicado em 11/10/2019 10:43
69 exibições
O trabalho realizado pela Associação Brasileira de Frigoríficos (ABRAFRIGO) para recuperar os volumes das exportações de carne bovina para a Rússia obteve mais um avanço

Ontem, o serviço sanitário russo, o Rosselkhoznadzor, publicou em seu site a reabilitação de mais um associado da entidade que, a partir de hoje (11.10) já poderá exportar carnes para a Rússia.

Trata-se da planta da COOPERFRIGU situada em Gurupi, no Sul do estado do Tocantins, com capacidade de abate de aproximadamente 820 animais/dia e que já exporta cerca de 30% de sua produção.

Moscou impôs um embargo às carnes bovina e suína do Brasil no fim de 2017, alegando a presença do aditivo ractopamina, um estimulante de crescimento proibido por lá, em alguns lotes destes produtos. As restrições começaram a ser retiradas em novembro de 2018, mas até agora apenas cinco empresas de bovinos foram autorizadas a vender para o mercado russo, o qual já foi o maior importador do produto brasileiro.

De janeiro a setembro, a Rússia importou somente 51.839 toneladas do produto, quando suas médias históricas variavam acima de 150 mil toneladas nos últimos anos.

Tags:
Fonte: ABRAFRIGO

0 comentário