Boi: Expectativa é que as indústrias frigoríficas ofertem preços maiores e mercado futuro segue com ganhos na B3

Publicado em 30/10/2019 17:20
293 exibições
Especulações apontam alta para os preços da arroba diante da dificuldade de compra de animais pela as indústrias frigoríficas

LOGO nalogo

Na bolsa Brasileira (B3), os contratos futuros para o boi gordo finalizaram a sessão desta quarta-feira (30) com valorizações. O vencimento Outubro/19 terminou cotado a R$ 167,05/@ e registrou um ganho de 0,51%. Já o contrato Novembro/19 está precificado ao redor de R$ 174,90 com uma alta de 0,52%, enquanto, o Dezembro/19 teve uma valorização de 0,73% e com a arroba a R$ 178,30.

Em entrevista ao Notícias Agrícolas, oConsultor em Gerenciamento de Riscos da INTL FCStone, Caio Toledo Godoy, salientou que o mercado futuro está analisando a perspectiva a habilitação de novas plantas frigoríficas a exportar para a China. “O mercado ainda está cauteloso já que o anúncio nunca veio quando todos esperavam e ainda tem certo ceticismo de quando isso vai ocorrer, mas quando for efetivado vamos ver os impactos na bolsa”, aponta.

Assista:

>> Demanda aquecida tanto nas exportações quanto no mercado interno tem elevado cotações da arroba do boi

Nesta quarta-feira, houve especulações altistas para os preços da arroba diante da dificuldade de compra de animais pela as indústrias frigoríficas. “Por parte dos pecuaristas, há expectativa de que as indústrias frigoríficas ofertem preços mais altos nos próximos dias, pois além de parte delas operar com escalas de abate curtíssimas, há expectativa de recuperação do consumo com a entrada da massa salarial e a manutenção do firme ritmo das exportações brasileiras de carne”, ressaltou a Informa Economics FNP.

Em seu boletim matinal, a Radar Investimentos destacou que as ofertas de compra em São Paulo estão em tendência de alta, uma vez que a dificuldade de compra é vigente. “Independentemente do porte do frigorífico, seja grande ou pequeno, o ritmo de compra de matéria-prima caiu durante esta semana. Neste sentido, a média das programações de abate recuou para 3,45x dias úteis”, informou.

Veja:

>> Boi: Ritmo de compra de matéria-prima caiu nesta semana, por Radar Investimentos

No aplicativo AgroBrazil, os integrantes informaram negócios realizado na região de Porangatu/GO próximo de R$ 160,00/@, à prazo com três dias para pagar. Preços para a Vaca Gorda no município de Cezariana/GO estão ao redor de R$ 147,00/@, à vista.

Para o animal que atende o padrão exportação para a China foram relatados negócios de R$ 175,00/@, à prazo com sete dias para pagar na cidade de São João da Boa Vista/SP. Nos municípios de Rancharia/SP e Presidente Epitácio/SP a arroba foi comercializada em torno de R$ 172,00, à vista.

Para saber mais detalhes, confira o aplicativo AgroBrazil AQUI

De acordo com um levantamento realizado pela a Scot Consultoria, a baixa oferta de boiadas e a tendência de melhora de consumo no curto prazo com a virada do mês, fizeram com que a cotação da arroba do boi gordo subisse em 12, das 32 praças pecuárias monitoradas. “O destaque fica por conta da região de Cuiabá-MT, onde a cotação do boi gordo subiu 2% em relação ao fechamento de ontem e está em R$154,50/@, à vista, livre de Funrural ou R$157,00/@ bruto”, destacou a consultoria em seu relatório de mercado.

Leia também: 

>> Cotação do boi subiu em 97% das regiões pecuárias brasileiras na segunda quinzena de outubro, por Scot Consultoria

Confira como ficaram as cotações para o Boi Gordo nesta quarta-feira:

>> BOI

Tags:
Por: Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário