Boi: Vencimentos futuros finalizam a 6ª feira em campo misto na Bolsa Brasileira

Publicado em 29/11/2019 17:06 e atualizado em 01/12/2019 11:27
1560 exibições

LOGO nalogo

Nesta sexta-feira (29), os contratos futuros para o boi gordo finalizaram em campo misto na Bolsa Brasileira. O vencimento Novembro/19 encerrou cotado a R$ 228,60/@ com uma alta de 0,37%. O Dezembro/19 fechou a sessão com uma queda de 0,58% e está precificado a R$ 214,00/@. O Janeiro/20 registrou um avanço de 0,66% e está cotado a R$ 206,65/@

No caso do contrato Maio/20 encerrou com uma alta de 0,13%, mas cotado a R$ 197,50/@. O Outubro/20 também finalizou com uma valorização de 0,81% e terminou precificado a R$ 205,50/@.  

No aplicativo AgroBrazil, os participantes relataram negócios na localidade de Lins/SP para o animal com padrão exportação ao redor de R$ 240,00/@, à prazo com trinta dias para pagar. Na região de Sonora/MS, o valor negociado para o boi que atende exportação foi de R$ 220,00/@, à prazo com trinta dias para pagar e com data para o abate em 11 de dezembro.

De acordo com as informações da Scot Consultoria, a cotação do boi gordo recuou 4,4% e está cotado em R$ 220,00/@à vista, bruto. Descontando a alíquota do Senar o preço é R$219,50/@. Livre de Funrural e livre do Senar a cotação é de R$216,50/@ no estado de São Paulo.

Leia mais:

>> Calmante fez efeito no mercado do boi, por Scot Consultoria

O volume de negociações no mercado físico do boi gordo seguiu muito limitado nesta sexta-feira, na qual está refletindo o comportamento típico do dia da semana. “As indústrias frigoríficas continuam cautelosas nos seus processos de compra tanto pela espera dos resultados das vendas de carne no atacado nos próximos dias como também para avaliar melhor as perspectivas de oferta até o início do próximo ano”, destacou a Informa Economics FNP.

A Radar Investimentos apontou em seu relatório de mercado que as indústrias endureceram  as tentativas de compra no final desta semana em relação aos dias anteriores. “É o primeiro teste depois de dias pagando valores acima das referências em boa parte de São Paulo. Por outro lado, as programações de abate não tiveram evolução relevante independente do tamanho do frigorífico”, disse a consultoria.

Veja mais:

>> Boi: Indústria endureceu nas tentativas de compra no final desta semana, por Radar Investimentos

Rússia

Nesta sexta-feira (29), o órgão de controle de segurança agrícola da Rússia disse que removeu restrições temporárias ao fornecimento de carne bovina por duas fábricas do Brasil. As fábricas autorizadas a retomar as exportações para a Rússia foram a Minerva e JBS. Por outro lado, o país importa menos neste período do ano em função dos portos congelados.

Confira:

>> Rússia remove restrições a unidades da JBS e Minerva, diz regulador

Carne

Com base no levantamento da AgroBrazil, a referência em São Paulo para o boi casado registrou uma queda de R$ 0,60/kg e está cotada a R$ 15,15/kg. Segundo o levantamento da Scot Consultoria, o boi capão está precificado ao redor de R$ 15,75/kg no estado de São Paulo.

Confira como ficaram as cotações para o Boi Gordo nesta sexta-feira:

>> BOI

Tags:
Por: Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário