Custo elevado não altera intenção de confinar gado em MT

Publicado em 04/08/2011 08:13 468 exibições
Os custos para o confinamento de gado em Mato Grosso devem aumentar em torno de 21% em relação a 2010.

O aumento foi identificado pelo Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária, o Imea. O órgão divulgou o segundo levantamento das intenções de confinamento em Mato Grosso. “A questão dos custos, da alimentação, que aumentou muito, têm pesado bastante, mas o que tem feito com que o confinamento ainda seja rentável é a questão do boi magro. O animal que o pecuarista vai adquirir para colocar no coxo”, explica Otávio Celidônio, superintendente do Imea.

De acordo com o instituto, a intenção é que haja um aumento de pouco mais de 34% no número de animais confinados em relação ao ano passado. A região de Mato Grosso que mais deve crescer é a médio-norte, com 69%.

O Imea também apresentou dados sobre a previsão de entrega dos animais aos frigoríficos. Apesar do aumento do rebanho, a oferta ainda não atende às necessidades de abate. "O mercado do boi futuro vem batendo patamares acima de R$ 108 e a gente espera um mercado com valores em torno de R$ 100 a arroba para o confinamento ser um pouco mais viável", afirma o produtor rural Guilherme Tonhá.

Tags:
Fonte:
Globo Rural

0 comentário