BSCA moderniza processo de emissão dos selos para cafés especiais

Publicado em 05/03/2013 17:42
362 exibições
Parceria firmada com a Safe Trace disponibilizará mais informações a produtores e compradores dos cafés especiais certificados pela Associação

Mantendo seu foco no aprimoramento e na inovação tecnológica, a Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA, sigla em inglês) fechou uma parceria com a Safe Trace Café, que, a partir de agora, será a responsável pela emissão, pelo controle e pelos envios do Selo BSCA, aumentando a segurança do processo e ampliando ainda mais o reconhecimento e a credibilidade da Associação em relação à sustentabilidade dos produtos especiais do Brasil, da lavoura ao consumidor final.

A diretora executiva da entidade, Vanusia Nogueira, explica que o acordo trará benefícios e modernidade ao processo. Os Selos BSCA serão sofisticados com a introdução da tecnologia de Códigos QR, que dá aos consumidores a possibilidade de consultar informações do lote de café através de smartphones e tablets. Além disso, a implementação de um sistema auditável automatizado para a liberação das certificações dará maior transparência a todos os envolvidos no procedimento, comenta.

Segundo ela, o recebimento e a certificação das amostras continuam sob responsabilidade da BSCA, assim como as solicitações de selos e dos processos de pagamento. As análises dos cafés também continuarão sendo realizadas conforme o regulamento de certificação da Associação Brasileira de Cafés Especiais, não havendo alterações no protocolo de certificação em relação à aprovação ou à reprova das amostras, esclarece Vanusia.

 PRÓXIMOS PASSOS

A parceria entre BSCA e Safe Trace Café terá como próximo objetivo a identificação individual das sacas do produto certificado, a coleta de informações nas propriedades rurais e a disponibilização das informações para consulta através dos selos individuais fixados nas sacas do lote. Além disso, será oferecida aos associados a rastreabilidade total de sua produção, possibilitando maior eficiência e diferenciação dos cafés produzidos.
Tags:
Fonte: BSCA

Nenhum comentário