Café: NY encerra no vermelho, com perdas acima dos 580 pts

Publicado em 28/04/2014 18:07 e atualizado em 28/04/2014 23:16 614 exibições

Os contratos do café arábica na Bolsa de Nova Iorque (Ice Futures US) voltaram a fechar em queda nesta segunda-feira (28). 

Em mais uma sessão volátil, com mais de 500 pontos de variação entre a máxima e a mínima do dia para os principais vencimentos, o contrato para entrega em maio perdeu o patamar os US$ 2,00 e fechou valendo 198,80 centavos de dólar por libra-peso e 595 pontos de queda. 

O vencimento julho fechou em 201,15 cents / libra-peso e dezembro encerrou em 205,60 cents/ libra-peso. 

As quedas nas cotações teriam sido continuação do movimento de realização de lucros que se iniciou na sexta-feira (25). O analista de mercado Eduardo Carvalhaes ressalta que não há “fatores novos” que justifiquem a queda de hoje e que, apesar da noção cada vez mais consolidada de reduções na safra brasileira, o mercado ainda está na “fase de aguardar as notícias sobre a real renda do café”.

O analista relembra que as notícias de novos conflitos entre Ucrânia e Rússia influenciaram negativamente o mercado das commodities “soft” na sexta-feira e que o cenário econômico do Brasil não é bom. Além disso, os movimentos de compra e venda de posições devem continuar marcando o mercado do café, que está bastante volátil desde o início deste ano.

Apesar da queda nas cotações, a trader sul-africana I&M Smith informou em seu relatório diário que os estoque certificados de café arábica na Bolsa de Nova Iorque foram reduzidos em 2.400 sacas na sexta-feira, deixando o estoque total em 2.573.785 sacas.   

Preços altos afetam compras de cafeterias
Agências internacionais noticiaram hoje que a multinacional Starbucks reduziu suas compras de café nos últimos meses, por conta da alta nos preços. A empresa informou que irá aguardar “por algum tempo” uma melhora nos preços.

O café bebida dura, tipo 6, também teve queda no mercado nacional. Em Varginha, a saca de 60 kg teve 6% de queda e é negociada a R$ 470,00. Em Guaxupé, a queda foi de 1,48% e a saca é vendida a R$ 466,00.    

Tags:
Por:
Fernanda Bellei
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário