Café: Arábica encerra sessão volátil com pequenos ganhos em NY

Publicado em 12/06/2014 16:56 494 exibições

Após operar no vermelho e voltar a subir, o café arábica finalmente encerrou a sessão desta quinta-feira (12) com ganhos. De acordo com analistas, o mercado do café está buscando uma consolidação após fortes movimentos de alta e baixa nos últimos dias. 

O contrato para entrega em julho encerrou valendo 171,95 centavos de dólar por libra-peso, depois de subir apenas 35 pontos. Ao longo do dia, o contrato variou 515 pontos entre a máxima  de 173,30 cents e a mínima de 168,15 cents / libra-peso. O vencimento setembro fechou valendo 174,70 cents e dezembro encerrou com 178,10 cents / libra-peso, ambos com alta de 40 pontos. O contrato para entrega em março/ 2015 se manteve em 181,15 cents / libra-peso, depois de subir 45 pontos. 

O mercado internacional continua observando atentamente o clima no Brasil, que ainda colhe seu café. A trader sul-africana I&M Smith informou que o mercado já está atento para a possibilidade de geadas nas próximas semanas. “... o Brasil tem de passar com segurança pelas geadas, que poderiam danificar as perspectivas desta e da próxima safra e então”. 

A produção da safra 2015/16 também já está no foco dos operadores do mercado. “A questão agora é quais serão as perspectivas para a próxima safra 2015... Será preciso colher pelo menos 52 milhões de sacas para que o país mantenha com segurança a sua cota de mercado dentro dos mercados consumidores. Esta continuará a ser uma grande questão em termos de previsões para esta nova safra até o final do ano”.

Safra comprometida
Cafeicultores e engenheiros agrônomos continuam relatando situações preocupantes nas lavouras de Minas Gerais. O presidente do Conselho Regional de Café da região de Guaxupé-MG, Fernando Barbosa, informou que as colheitas evidenciam a perda de produtividade e rendimento do café. “Nas lavouras, as ramas estão verdes, se você estiver olhando de longe as lavouras você vê um verde escuro bonito, mas hora em que você chega perto, vê que a planta tive pouco cresimento dos internódios”. 

Ele afirma ainda que a ferrugem também começa a preocupar os produtores. “A ferrugem está desenfolhando muito o pé de café”. 

Clima 
Barbosa também explica que a falta de chuvas favorece a colheita, porém, resta pouco tempo para colher o café cereja descascado. “Não está chovendo muito e causa da antecipação da colheita, os frutos já estão no ponto exato para a colheita de cafés cereja descascado e temos 15 dias apenas para colher estes cafés... Depois de 15 dias, os cafés passarão do ponto e ao só teremos café natural”. 

Tags:
Por:
Fernanda Bellei
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário