Café: Chuvas de junho ficaram abaixo da média histórica no Sul de Minas e déficit hídrico fica próximos ao ponto de murcha

Publicado em 09/07/2014 18:17 454 exibições

- ALERTA GERAL 
 
 As chuvas de junho ficaram abaixo da média histórica. Com isso as regiões de Varginha, Carmo de Minas e Boa Esperança aumentaram o déficit hídrico, enquanto Muzambinho reduziu, mas ainda permanece com armazenamento. As temperaturas em junho ficaram acima da média histórica. 
 
Os níveis de déficit hídrico atingidos já estão próximos ao ponto de murcha das plantas (150 mm), considerando a evapotranspiração acumulada até o retorno das chuvas associada a ausência de precipitações, existe alto potencial de danos por desfolha e depauperamento das plantas. 
 
Os índices de infecção média de ferrugem nas regiões aumentaram e estão em 54,2 % de folhas infectadas. Esta evolução indica tendência de ocorrência tardia da doença. Em alguns talhões colhidos, a incidência aumentou muito devido as poucas folhas (infectadas) que restaram após intensa desfolha.

Veja o boletim completo, clique aqui

Tags:
Fonte:
Fundação Procafé

2 comentários

  • victor angelo p ferreira victorvapf nepomuceno - MG

    A falta de chuvas já começa a atingir índices de uma verdadeira catástrofe...Um rêgo dágua que serve a fazenda há mais de 150 anos já cabe num cano de uma polegada...Esta é toda água da serra de mais de cem alqueires... A água tocava um moinho de fubá, do tempo dos "Amoreli"...O moinho agora está servindo de depósito..Água prá beber, só mineral, comprada...Não demora ter que comprar prá tomar banho também...Café? A preocupação agora é a água em primeiro lugar...

    0
  • Joao Paulo de Oliveira Andradas - MG

    Aos operadores de mercado, deixo um recado a voces comecem a rezar bastante para que as chuvas retornem o mais breve possivel porque a quebra para a proxima safra 2015 que ja e grave pode se tornar um caos!! Ponham suas barbas de molho porque a coisa vai ser feia!!!

    0