BB anuncia liberação de R$ 2,6 bilhões à cafeicultura

Publicado em 19/09/2014 14:20 e atualizado em 19/09/2014 14:54 385 exibições

A Bolsa de Nova York (ICE Futures US) para o café arábica vem registrando quedas expressivas nos últimos dias influenciada pela valorização do dólar ante o real, encorajando as exportações e também a previsão de chuva neste final de semana nas principais regiões produtoras de café. As cotações na sessão desta sexta-feira (19) atingiram o menor nível desde 29 de julho.

Com a possível quebra para a próxima safra e a atual em comercialização, o Banco do Brasil anunciou na quarta-feira (17) a liberação de R$ 2,6 bilhões à cafeicultura para atender demandas nas linhas de custeio, investimento, capital de giro, aquisição e estocagem. Segundo o produtor de café, Marco Antônio Jacob, o investimento do BB pode ajudar os produtores no financiamento de estocagem para segurar a mercadoria e negociar no futuro com melhores preços.

Segundo a Somar Meteorologia, a região Sul de Minas deve receber chuvas neste final de semana, que pode induzir a florada do café. No entanto, de acordo com Jabob, as precipitações previstas não devem ser suficientes para reverter as perdas causadas pelo déficit hídrico. “As chuvas que devem chegar agora não vão mudar o quadro de produção no ano que vem que vai ser baixo”, afirma.

Outro fator que movimentou o mercado nos últimos dias foi a perspectiva realizada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para a safra 2015 com base em tendências e estatística. O Conselho Nacional do Café (CNC) e a Comissão Nacional do Café da CNA repudiaram em nota a divulgação da Companhia e acreditam que foi uma divulgação absurda, incoerente e inconsequentemente.

Tags:
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário