Café: Com chuvas no Brasil e alta do dólar, cotações operam em queda na tarde desta 2ª feira

Publicado em 14/11/2016 14:35
245 exibições

As cotações futuras do café arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) seguem registrando perdas nos principais vencimentos. Já na última semana, o mercado trabalhava com fortes desvalorizações, em função das incertezas políticas e econômicas após a vitória de Donald Trump para a presidência dos Estados Unidos, que trouxe alta ao dólar.

Com isso, às 12h11 – no horário de Brasília – o vencimento dezembro/16 perdia 135 pontos e era cotado a 158,10 cents/lb. O contrato março/17 operava a 161,70, anotando quedas de 140 pontos, assim como maio/17 que valia 164,00 cents/lb. Já julho/17 caia 135 pontos, com cotação de 166,05 cents/lb.

Segundo informações reportadas pelo analista da Maros Corretora, Marcus Magalhães, além das incertezas nos mercados mundiais, o cenário internacional também refletia as chuvas registradas em todo o cinturão produtivo no Brasil. Diante das preocupações com o abastecimento no próximo ano, operadores entendem que as precipitações são favoráveis para o desenvolvimento da safra 2017/2018 de café.

Informações da Climatempo apontam para ocorrência de chuvas volumosas, principalmente em São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo, pelo menos até a próxima quinta-feira. No Paraná e Bahia, as condições climáticas são de tempo mais seco e temperaturas elevadas.

Para o dólar, a moeda norte-americana registrava alta de 1,06% frente ao real, com cotação R$ 3,428 na venda. Informações da agência de notícias Reuters explicam que ainda o cenário ainda é reflexo do resultado das eleições nos Estados Unidos. Com isso, a moeda já acumula alta de 7% nos últimos pregões.

No mercado físico, por volta das 10h, o tipo 6 duro era negociado a R$ 560,00 por saca em Espírito Santo do Pinhal (SP), com valorização de 3,70% em relação à última sexta-feira (11). Já em Guaxupé (MG), a saca anotava ganhos de 0,35% e negociação de R$ 581,00, enquanto que em Varginha (MG) a cotação era de R$ 590,00/sc e alta de 0,85%.

» Clique e veja as cotações completas de café

Por: Sandy Quintans
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário