Café: Cotações do arábica em Nova York cedem mais de 100 pontos nesta 5ª feira

Publicado em 17/11/2016 11:16
98 exibições

As cotações futuras do café arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) operam com perdas nos principais contratos na tarde desta quinta-feira (17). Pela manhã, os vencimentos operavam em campo misto, à espera de novidades e diante das incertezas globais.

Às 12h04, em Brasília, o vencimento dezembro cedia 105 pontos e era cotado a 160,20 cents/lb. Já o março/17 registrava perdas de 110 pontos, com negócios a 163,30 cents/lb, enquanto que maio/17 anotava queda de 115 pontos e cotação a 165,60 cents/lb. Já julho/17 registrava perdas de 60 pontos, com referência em 168,25 cents/lb.

As últimas sessões do arábica foram marcadas por ajustes técnicos, diante da falta de novidades no quadro fundamental, além do enfoque na rolagem dos contratos de vencimento dezembro para o março. Informações do analista da Maros Corretora, Marcus Magalhães, apontam que o mercado pode registrar mais um dia de estabilidade, em ajustes após as fortes volatilidades da última semana.

Com a vitória de Donald Trump à presidência dos Estados Unidos ainda na quinta-feira passada, os futuros do arábica cederem quase 7% na semana, diante das expectativas negativas em relação ao resultado da eleição. Além disto, a Bolsa de Nova York vem acompanhando as fortes altas do dólar no Brasil, refletindo as incertezas globais.

Às 12h09, a moeda norte-americana era cotada a R$ 3,418 na venda, cedendo 0,11%. Esta é a segunda sessão de baixas desde que o Trump venceu as eleições nos EUA, visto que o dólar já acumula alta de 8,63% nos dias anteriores. Informações da agência de notícias Reuters, apontam que que as quedas são por influência do Banco Central e também diante das expectativas em relação ao aumento de juros nos Estados Unidos pelo FED (Federal Reserve, o BC americano).

No quadro climático, o cenário continua positivo ao desenvolvimento da safra 2017/2018, com chuvas sendo registradas no cinturão produtivo de café do Brasil. Dados meteorológicos apontam para precipitações no Espírito Santo, Minas Gerais e Bahia, com acumulados entre 50 mm e 100 mm nos próximos dias.

No mercado físico, por volta das 10h, o tipo 6 duro era negociado a R$ 560,00 pela saca de 60 quilos em Espírito Santo do Pinhal (SP), enquanto que em Varginha (MG) os preços estavam em R$ 585,00/sc, assim como no fechamento de ontem. Em Guaxupé (MG), a saca estava valendo R$ 581,00.

Na quarta-feira (16), o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6, bebida dura para melhor, teve a saca de 60 kg cotada a R$ 564,72 com recuo de 0,26%.

» Clique e veja as cotações completas de café

Por:
Sandy Quintans
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário