Café: Mercado opera com estabilidade na manhã desta 4ª feira, após fechar última sessão em queda

Publicado em 30/11/2016 08:57 e atualizado em 30/11/2016 09:36
110 exibições

As cotações futuras do café arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) buscam direcionamento nos principais vencimentos na manhã desta quarta-feira (30). No último fechamento, o mercado chegou a fechar com maior queda em sete semanas, refletindo as informações de câmbio e de chuvas no Brasil, favorecendo o cenário de desenvolvimento da safra 2017/2018 de café.

Às 9h54, em Brasília, o vencimento março/17 operava estável em 153,05 cents/lb, enquanto que maio/17 anotava perdas de 5 pontos e negócio 155,30 cents/lb. Já julho/17 era cotado a 157,40 cents/lb e setembro/17 a 159,30 cents/lb.

Segundo o analista da Maros Corretora, Marcus Magalhaes, o mercado deve buscar manter os atuais níveis nas próximas sessões, após as últimas quedas registradas. "Acho que o mercado já caiu o que tinha que cair, não acredito em novas derrocadas. O mercado daqui até o final do ano deve consolidar – independente da qualidade – o atual intervalo mercadológico", explica.

No mercado físico, por volta das 10h30, o tipo 6 duro era cotado a R$ 540,00 pela saca de 60 quilos, com recuo de 1,82% em relação ao último fechamento. Em Guaxupé (MG), a saca estava negociada a R$ 543,00, com alta de 1,50% e em Poços de Caldas (MG) a R$ 535,00 por saca, com valorização de 0,94%. 

» Clique e veja as cotações completas de café

Veja como fechou o mercado de café na terça-feira:

» Café: Com dólar e chuvas no Brasil, Nova York fecha com maior recuo em sete semanas nesta 3ª feira

Por: Sandy Quintans
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário