Crescem exportações de café do Vietnã em 2016 apesar da seca

Publicado em 10/01/2017 10:28
114 exibições
Estima-se que o clima adverso prevaleça também em 2017

As exportações de café do Vietnã se recuperaram, registrando um crescimento de dois dígitos em 2016, depois do cinturão produtivo do país ser atingido pela seca mais severa em quase um século.

As exportações de café cresceram 33,6% em volume de um ano para o outro, atingindo quase 1,8 milhão de toneladas (30 milhões de sacas).

O Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural disse que a indústria de café do Vietnã recuperou sua importância depois de ver as exportações declinarem mais de 20% em relação ao ano de 2015.

A Alemanha e os EUA continuaram a ser os dois maiores compradores do grão vietnamita e as vendas para esses dois mercados cresceram 42,4% e 49%, respectivamente.

As exportações de café também registraram aumento considerável para países emergentes como as Filipinas (83%), Argélia (68%) e China (50%).

Os analistas temem que as condições do El Niño possam resultar em um declínio de 20% na produção de café do país neste ano.

Aproximadamente um quinto das plantações do Vietnã foram danificadas pela escassez de água, de acordo com a VICOFA (Associação de Café e Cacau).

Inundações atingiram o cinturão de café de Central Highlands em novembro, tornando a colheita e a secagem bastante difícil.

O presidente da Vicofa, Luong Van Tu, no entanto, diz que as empresas vietnamitas devem mudar seu foco para o processamento de café, em vez de aumentar a quantidade de matérias-primas enviadas para o exterior.

Ele disse que novos acordos de livre comércio reduzirão as tarifas de vendas de café para a UE e Coréia do Sul de 15% para menos de cinco no próximo ano.

Tradução: Jhonatas Simião

Fonte: VnExpress

Nenhum comentário