Mercado de café no Vietnã tem lentidão com produtores limitando vendas

Publicado em 15/02/2017 06:34

LOGO REUTERS 3.0

HANOI (Reuters) - O mercado doméstico de café no Vietnã estava lento à medida que cafeicultores seguravam grãos, temendo quebra na produção, enquanto grandes estoques com exportadores também limitavam compras, disseram operadores nesta terça-feira.

Os preços do café em Daklak, a maior província produtora do Vietnã, subiram para entre 45 mil a 46 mil dong (entre 1,98 e 2,07 dólar) por kg, ante 44.500 a 45 mil dong na quinta-feira passada, à medida que produtores pressionaram os preços antes de um esperado déficit para a safra 2016/17.

"Esses exportadores que não têm grãos o suficiente teriam de aceitar esse preço, mas na verdade, a maioria deles já tem uma quantidade suficiente guardada", disse um operador vietnamita.

Os descontos sobre o café robusta preto 5 por cento e quebrado tipo 2 no Vietnã estavam estáveis na terça-feira entre 65 e 70 dólares por tonelada abaixo do contrato para maio na ICE, que caíram 5,2 por cento de uma máxima recorde alcançada em 1º de fevereiro.

O Vietnã, maior produtor de robusta do mundo, exportou 140.300 toneladas (2,3 milhões de sacas de 60 kg) de café em janeiro, 20,5 por cento abaixo do ano anterior, enquanto operadores esperam que os embarques de fevereiro alcancem entre 110 mil e 140 mil toneladas.

O país do Sudeste Asiático deverá produzir 24,5 milhões de sacas de café durante a safra 2016/17, que começou em outubro do ano passado e vai até setembro deste ano, mostrou uma pesquisa recente da Reuters.

(Por Mai Nguyen)

Tags:
Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário