Café: arábica encerra 5ª com altas de até 90 pts nos principais vencimentos

Publicado em 27/06/2019 16:48 e atualizado em 10/10/2019 16:35
547 exibições

LOGO nalogo

Nesta quinta-feira (27), o mercado do café encerrou o dia em alta na Bolsa de Nova York (ICE Futures Group), com altas de até 90 pontos nos principais vencimentos.

O contrato julho/19 teve alta de 90 pontos, a 105,8 cents/lb. Para setembro/19, a alta foi de 80 pontos, a 106,85 cents/lb. Dezembro/19 teve alta de 85 pontos, a 110,45 cents/lb. Por sua vez, março/20 tinha alta de 80 pontos, a 114,00 cents/lb.

O analista de mercado Jack Scoville, da Price Futures Group, escreve no blog da empresa que a qualidade do café no Brasil não é tão boa por conta da temperatura que foi vista anteriormente durante o desenvolvimento da produção. Com isso, os padrões na bolsa tendem a ficar mais positivos.

A Cooxupé (Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé) informou nesta terça-feira que a colheita dos seus cooperados atingiu 43,48% até o dia 21 de junho. Os trabalhos estão mais acelerados do que nos últimos anos. Em 2018, era 22,93% da produção colhida.

A expectativa é de produção de 7,6 milhões de sacas na área de atuação da Cooxupé.

Por volta das 16h47, o dólar estava sendo cotado a R$3,8277.

Mercado interno

O café arábica tipo 4/5 teve a maior alta do dia em Varginha (MG), de 6,17%, sendo estabelecido em R$430,00. Franca (SP), por sua vez, se manteve estável, a R$435,00/kg.

O café tipo 6 duro teve sua maior alta em Maringá (PR), de 10,39%, a R$340,00. Houve queda de -1,16% na média do Rio Grande do Sul, a R$425,00.

Por sua vez, o café tipo cereja descascado teve alta de 6,02% em Varginha (MG), a R$440,00. A menor variação foi de 1,10%, registrada em Patrocínio (MG), a R$460,00.

» Clique e veja as cotações completas do café

Por: Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário