Café: NY opera com ajustes técnicos após altas expressivas; dólar em alta sustenta preços

Publicado em 26/11/2019 09:07
285 exibições

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica iniciou a sessão desta terça-feira (26) com ajustes técnicos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Por volta das 8h53 (horário de Brasília) os principais contratos registravam baixas de até 30 pontos. 

Dezembro/19 registrava queda de 5 pontos, cotado a 117,75 cents/lbp, março/20 recuava 20 pontos, cotado 118,75 cents/lbp, maio/20 registrava queda de 30 pontos, cotado a 120,85 cents/lbp e julho/20 tinha queda de 25 pontos, cotado a 122,85 cents/lbp. 

Às 09h, o dólar registrava alta de 0,53%, cotado a R$ 4,215 na venda. Na última sessão a moeda americana subiu e bateu em R$ 4,21 dando suporte aos preços e dando suporte para as exportações. O dólar mais forte tende a encorajar as exportações. O Brasil é o maior produtor e exportador de café do mundo. 

A última sessão do café arábica foi encerrada com altas de até 325 pontos nos principais contratos. Além da alta no dólar, o site internacional Barchart, em sua análise diária, afirmou que os preços voltaram a subir após informações meteorológicas nas áreas de café no Brasil. "Hoje, os preços do café estão mais altos devido às preocupações com a secura no Brasil, depois que os dados da Somar Meteorologia mostraram hoje chuvas em Minas Gerais, a maior região produtora de café arábica do Brasil, foram de apenas 38,3 mm na semana passada, ou 59% da média histórica", informou". 

Mercado Interno

No Brasil, o mercado acompanhou Nova York e também registrou variações. 

O tipo 4/5 registrou aumento de 2,97%, por R$ 520,00 em Franca/SP. Varginha/MG foram registradas altas de 1,01%, por R$ 500,00. Poços de Caldas/MG manteve a estabilidade por R$ 500,00. 

O tipo 6 duro teve alta de 3,06% em Guaxupé/MG, estabelecendo valor por R$ 505,00. Patrocínio/MG teve aumento de 6,38%, por R$ 500,00. Em Araguarí/MG a alta foi de 3,06%, por R$ 505,00. Poços de Caldas/MG manteve a estabilidade por R$ 490,00. 

O tipo cereja descascado teve a maior variação registrada em Varginha/MG, com aumento de 6%, por R$ 530,00. Em Guaxupé/MG a alta foi de 2,45%, por R$ 543,00. Em Patrocínio/MG teve alta de 4,76%, estabelecendo os valores por R$ 550,00. 

Veja como fechou o mercado na segunda-feira (25): 

- Café: Bolsa de Nova York encerra sessão com altas de até 325 pts

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário